Unimep desenvolve melhorias para processos de usinagem

Projetos analisam tecnologias e sistemas de fabricação para maximizar a produção

Fonte: CIMM - 06/08/07

Estudantes da Unimep, Universidade Metodista de Piracicaba, em parceria com o Instituto Fábrica do Milênio, estão desenvolvendo desenvolvem uma série de projetos de pesquisa na área de Usinabilidade e Otimização de Processos de Usinagem. Orientados pelo professor Nivaldo Lemos Coppini, os estudos podem contribuir efetivamente para o desenvolvimento das indústrias brasileiras.

O primeiro projeto foi desenvolvido com o objetivo de otimizar a produção de uma empresa produtora de peças e componentes para indústrias petrolíferas. Elesandro Baptista, da equipe do projeto, lembra que a empresa os procurou para a realização do estudo. “Queriam diminuir a perda na produção de suas peças. Para cada peça perfeita perdia-se outras duas ou três”.


Peça estudada no projeto

O desafio foi maximizar a produção através da análise do histórico de fabricação dessas peças. “Analisando e modificando a tecnologia utilizada pela empresa conseguimos diminuir a perda de peças em 33 a 66%. Ou seja, para cada peça perfeita o prejuízo caiu para duas ou apenas uma peça perdida”, explica Baptista.

As melhorias obtidas pelo estudo do processo de fabricação desta peça também são úteis e aplicáveis para a produção de peças similares. “Este é o grande valor do projeto. Pequenos ajustes no histórico do processo de produção aumentam a produtividade, baixam os custos e garantem a qualidade”, completa Baptista.

O segundo projeto está inserido numa das linhas de pesquisa mais antiga da Universidade, onde se busca o desenvolvimento de modelos matemáticos para a otimização dos processos de usinagem.

“O objetivo é adaptar as condições para cada cenário de produção, fazer a análise dos modelos através de ensaios de laboratório”, explica Baptista. Primeiro é feito o estudo teórico de um certo processo de fabricação para depois desenvolver uma melhoria adaptável a ele, um modelo matemático. Com sua aplicação espera-se maximizar a produção e os diminuir custos.

Após os estudos no laboratório, aplicações de validação foram realizadas em processos de fabricação da empresa Daimler Chrysler.

As melhorias desenvolvidas na área de usinagem pelos pesquisadores da Unimep são utilizadas na construção de um Sistema de Apoio Operacional. Este projeto foi uma das atividades desenvolvidas no curso de Doutorado de Baptista.

“Trata-se do desenvolvimento da segunda versão do software MOS (Machining Optimiser System). As melhorias que desenvolvemos são implementadas no sistema que fica disponível no site www. elesandroab.eng.br”, esclarece Baptista.



O MOS apresenta novas características e possibilidades de processos de usinagem que o diferenciam de seu antecessor, o software TOES. As principais diferenças que apresenta são:

 possibilidade de realizar mais de um tipo de processo de usinagem: torneamento, furação e fresamento

possibilidade de realizar a otimização de mais de um processo de usinagem ao mesmo tempo

otimização remota, via Internet, para operações de torneamento com mais de uma ferramenta

Atualmente, mais de 100 empresas estão cadastradas no site e têm acesso ao sistema MOS gratuitamente.

Tópicos:
  



Comentários