CIMM ultrapassa 2 milhões de leitores em 2015

Empresa estima crescer em 34% o número de acessos em 2015 em relação ao ano anterior.

Prestes a comemorar 20 anos, o Centro de Informação Metal Mecânica – CIMM se torna a mídia digital do setor mais acessada do País em 2015 e uma das principais referências no mundo. O enfoque na segmentação do setor metalmecânico e o know-how proveniente da sua fundação garantem o crescimento exponencial do portal e também do Grupo CIMM.

Há um ano a equipe de marketing do Portal CIMM realiza uma ação de benchmarking (avaliação da empresa em relação à concorrência). A ideia é avaliar a assertividade das ações desenvolvidas pelo Grupo CIMM e o reflexo da popularidade no portal em relação à concorrência. O diretor executivo da empresa, Alessandro Bianchi, explica que o monitoramento do site é realizado desde a introdução de ferramentas do gênero no mercado digital, entretanto a comparação com a concorrência ocorria de forma menos contundente. 

A partir de 2014, passou então a monitorar também outras empresas similares do setor metalmecânico para entender seu posicionamento no mercado. “Dessa forma pudemos direcionar nossas ações e trazer resultados mais expressivos ao número de acessos do portal. A expectativa é que fechemos 2015 com 34% de crescimento no número de acessos em relação ao ano anterior”, conta Bianchi.


Continua depois da publicidade


O departamento de marketing do CIMM avaliou o acesso em relação a outros 13 portais do setor metalmecânico e os principais fora do País através da ferramenta de análise de audiência de websites, Similar Web. “A cultura de monitoramento é essencial em tempos de marketing e publicidade digital, sempre tivemos esse cuidado com nossos clientes e parceiros. A partir dessa ação contínua pudemos avaliar com maior precisão os resultados de nossas campanhas”, explica Bianchi. Segundo a ferramenta de análise de tráfego do Google - Google Analytics -, o CIMM ultrapassou 2 milhões de usuários em 2015.

Para Bianchi, o sucesso se deve ao esforço de compreender em uma única solução diferentes necessidades do mercado, como a geração de negócios, conteúdo jornalístico e acadêmico e ferramentas online, úteis para o dia a dia de profissionais de engenharia, compras, marketing, estudantes.

Desde 1988

O CIMM teve o marco de sua criação em 1988, com a defesa da tese de doutorado do professor Lourival Boehs da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com o tema: desenvolvimento implantação de um banco de dados de usinagem em microcomputador. Nos anos seguintes continuou o desenvolvimento de tal tema, inclusive com a parceria da Unicamp, por intermédio do professor Nivaldo Lemos Coppini e da sua equipe de estudantes e pesquisadores. Na ocasião também já havia o aporte de recursos de projetos com a FINEP e CNPQ.

“Logo no início dos anos 90, com o advento e rápido desenvolvimento dos recursos da internet se passou a vislumbrar uma outra forma, mais eficiente e de menor custo, para divulgar e difundir informações e conhecimentos para o setor industrial e acadêmico. Tal fato nos levou a criar e desenvolver o CIMM, baseado numa plataforma para a internet e que estivesse disponível em qualquer parte do mundo”, conta Boehs. 

A proposta foi apresentada para um grupo de empresas do setor, líderes da indústria e órgãos de financiamento vinculados ao Ministério de Ciência e Tecnologia. “A proposta foi vista como estratégia na difusão de informações e conhecimentos e, por consequência, contou com o aporte de recursos das partes e que viabilizaram o desenvolvimento do protótipo e das primeiras versões do CIMM, ainda com base na UFSC”, diz o professor aposentado e idealizador do CIMM.  

“A empresa tem sido motivo de muito orgulho de todos nós que temos alguma passagem pelo CIMM, na medida em que teve a competência para torná-lo o maior e mais importante portal na sua área de atuação”, completa Boehs. O sucesso alcançado na ocasião possibilitou a formalização da empresa, a Machining On Line, que contou com profissionais de engenharia e da área de computação durante o desenvolvimento do CIMM. A empresa iniciou suas atividades na Incubadora Celta, em Florianópolis. Hoje, graduada, mantém sua sede na capital catarinense.




Comentários