Espaço de Eficiência Energética apresenta soluções para diminuição do consumo

Entre as alternativas destacas no Espaço estão: iluminação, câmera termográfica e sistemas fotovoltaicos.

Soluções para diminuir o consumo de energia nas indústrias estão sendo apresentadas no Espaço de Eficiência Energética durante os quatro dias da Mercopar – Feira de Subcontratação e Inovação Industrial que reúne cerca de 400 expositores até sexta-feira (9), em Caxias do Sul. A iniciativa é resultado de uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul (Sebrae/RS). Entre as alternativas, são destaques a Manufatura Digital, os Motores Elétricos, a Iluminação, a Câmera Termográfica, os Sistemas Fotovoltaicos, a Moto Elétrica e as assessorias presenciais.

De acordo com a gestora das Soluções de Sustentabilidade do Sebrae/RS, Cristina Correia, a demanda de consultorias em eficiência energética cresceu bastante. “As empresas podem solicitar este serviço, de assessoria ou consultoria, onde é realizado um diagnóstico dentro da empresa para se mapear o que pode ser feito. Além do atendimento na Mercopar, o serviço pode ser solicitado pelo 0800 570 0800”, explica Cristina.


Continua depois da publicidade


Iluminação

Nove diferentes tipos de lâmpadas são demonstradas e comparadas quanto à durabilidade e luminosidade. “É preciso analisar a situação de cada empresa para saber qual a melhor solução. E nem sempre trocar o tipo de lâmpada é a melhor alternativa. Às vezes, há pontos de desperdício, lâmpadas sujas ou paredes escuras que absorvem muita luz”, explica o analista de Serviços Técnicos e Tecnológicos do Senai, Daniel Corteletti. Conforme o analista, lâmpadas que não são limpas há um ano podem perder em torno de 50% da sua luminosidade.

Manufatura Digital

O Plant Simulation é uma ferramenta que permite simular a produção de uma fábrica que ainda não existe e calcular a sua eficiência, para talvez fazer ajustes necessários. “Também é possível colocar uma produção já existente para tentar melhorá-la. As informações obtidas auxiliam nas tomadas de decisões e a antever problemas na produção”, diz Corteletti.

Espaço de Eficiência Energética da Mercopar, em Caxias do Sul.
Imagem: Divulgação/ Eduardo Rocha



Comentários