SolidWorks lança nova versão de software e chega ao fim do ano com novos leads

Lançamento a na nova versão do software foca na importância do compartilhamento de dados.

Com cerca de 2,5 milhões de licenças vendidas no mundo, a Dassault Systèmes lança o 23º releases do software SolidWorks. Em entrevista coletiva realizada em São Paulo, o diretor da Dassault Systèmes SolidWorks da América Latina, Oscar Siqueira, contou que a empresa se mantém positiva, embora tenha sentido os reflexos de um ano atípico como esse. Na contramão da tendência de 2014, novos leads têm levantado o faturamento da empresa no Brasil, segundo Siqueira. Com seis revendas no Brasil e cerca de 6 mil clientes, 60% das receitas vêm de novos clientes. A SolidWorks representa hoje 20% do faturamento do Grupo no mundo.

O SolidWorks 2015 é apresentado com foco no processo de desenvolvimento de projetos e produtos com engenharia simultânea. “Acreditamos que a evolução do CAD siga para a colaboração”, explica o gerente técnico, Dassault Systèmes da América Latina, Timoteo Müller. Na nova versão, a empresa disponibiliza ferramentas conectadas à Nuvem para facilitar o compartilhamento de informações, agilidade no desenvolvimento de projetos e a colaboração mútua. “A ideia é simples: colaborar com qualquer um em qualquer lugar”, diz.

Através do contato com clientes e usuários do software e a partir de suas necessidades, a empresa percebeu a importância da colaboração de dados entre os profissionais. Hoje, com o recurso Collaborative Sharing, ou Compartilhamento Colaborativo, o usuário é capaz de acessar a plataforma 3DExperience e seus recursos através da Nuvem. 

Desenvolvimento de projetos e produtos

Com o intuito de facilitar a etapa conceitual do projeto, o Mechanical Conceptual, já disponível para usuários SolidWorks, “complementa tudo que a empresa tem feito em termos de CAD”. A ferramenta facilita a modelagem do seu esboço em 2D até o design de geometrias mais complexas em 3D. “Nossa proposta é trabalhar mais em projetos preliminares”, reforça Müller.


Continua depois da publicidade


Compartilhamento em tempo real e chat na janela de edição também fazem parte das novidades da ferramenta. Com o ele é possível convidar outros usuários para ver ou editar o projeto (de acordo com atribuições que lhes forem atribuídas pelo editor do projeto), além de tirar dúvidas através da conversa online. Outra novidade, que estará disponível em breve aos usuários brasileiros, é o Industrial Conceptual, focado em projetos de produtos de consumo. 

Timoteo Müller conta os destaques do novo release focado para a indústria:

- No ambiente de esboços, o SolidWorks 2015 conta por exemplo com relações de esboço aprimoradas e dimensões angulares simétricas, que permitem que usuários possam ser mais rápidos e eficientes ao criar novos projetos.

- O software conta com recursos que aceleram a produtividade no ambiente de montagens, através da inclusão do novos recursos de posicionamentos. Além disso, conta com uma resposta mais segura quanto à elaboração da sequência de montagens e explosão, suportando agora também as explosões radiais.

- O SolidWorks Simulation 2015 conta com diversos aprimoramentos para aplicações de simulação estrutural e de dinâmica computacional de fluídos. O Simulation 2015 conta com melhoria do desempenho geral, análises mais rápidas e enfoques mais ágeis que fornecem os dados para que os usuários tomem decisões imediatas e continuem projetando. O Flow Simulation 2015 conta com recursos de rotação da região de malha, que é muito importante para aplicações em componentes rotativos, como é o caso da indústria de bombas.

- Com o SolidWorks Treehouse os gerentes de projeto poderão dar início ao projeto completo através de uma interface intuitiva e fácil de usar, permitindo que as estruturas dos produtos possam ser gerenciadas desde o início do projeto.

- Com o SOLIDWORKS Inspection 2015, o processo de criação da documentação de inspeção está mais simplificado, permitindo que inspetores de qualidade estabeleçam e comparem rapidamente os dados do projeto com as peças da produção para o controle de qualidade de produtos manufaturados.

- O SolidWorks Electrical apresenta diversos recursos que habilitam a integração completa de sistemas elétricos e mecânicos. Para o projeto dos esquemáticos elétricos em 2D, a ferramenta conta com um processo renovado de criação e simplificação do projeto de conectores elétricos. No ambiente integrado de projeto 3D, o usuário poderá agora identificar e solucionar facilmente interrupções na rota elétrica 3D.

- Com o SolidWorks Costing 2015, os usuários poderão estimar os custos por meio de muitos métodos de manufatura, incluindo estruturas metálicas, soldas, plásticos moldados por injeção, fundição e impressão em 3D.

- Com o novo padrão de componentes em cadeia, o desenvolvimento de mecanismos complexos com correias e correntes, além de componentes articulados, ficou muito mais fácil. Por exemplo, isso apoia diretamente no projeto preciso de maquinários de construção e máquinas operatrizes com esteiras porta cabos. Esse recurso ajuda a garantir a operação e a usabilidade.

- Os novos recursos de chapas metálicas e estruturas metálicas, garantem uma agilidade maior no processo construtivo em disciplinas de engenharia que demandam estas aplicações. Para estruturas metálicas, os usuários poderão agora adicionar cantoneiras em diversos cenários de projeto, aplicar soldas com maior rapidez e flexibilidade, além de criar as tampas de extremidades de acordo com o processo de manufatura. No caso de aplicações de chapas metálicas, o SolidWorks 2015 conta com transições não paralelas, planificação de reforços e cantoneiras e informações da chapa metálica em peças espelhadas.




Comentários