Vendas de implementos rodoviários caem 11%

Segundo a Anfir, foram vendidos 131,1 mil unidades de janeiro a outubro.

A redução do ritmo da economia afetou fortemente o setor de implementos rodoviários este ano. A Anfir, associação que representa os fabricantes deste tipo de equipamento, registrou queda de 11% nas vendas de janeiro a outubro, para 131,1 mil unidades. 

O impacto foi mais forte na linha de equipamentos pesados. As entregas de reboques e semirreboques caíram 18,5%, para 46,7 mil implementos. Os negócios na linha leve, de carroceria sobre chassis, diminuíram 6,1%, para 84,4 mil unidades. As exportações apresentaram queda ainda mais expressiva, de 28,7%, para 2,7 mil equipamentos. 

“A indústria de implementos rodoviários é afetada diretamente pela conjuntura econômica e o cenário atual está desfavorável para os negócios do setor”, aponta Alcides Braga, presidente da Anfir, em comunicado distribuído pela associação. O executivo avalia que o cenário para o ano que vem ainda é incerto, já que não estão acertadas as taxas de juros para financiamento pelo Finame/BNDES. Segundo ele, é essencial definir estes aspectos o quanto antes e garantir tempo de o mercado programar as compras.

Tópicos:



Comentários