PTC foca em servitização para se destacar no mercado de softwares

A concorrência no segmento de softwares CAD e CAM faz com que as empresas busquem novas soluções para atender a demanda e se destacar entre as demais. A PTC, que realizou nesta terça-feira (9) o PTC Technology Day, em São Paulo, apostou em novas soluções para um nicho pouco explorado pelas concorrentes: a Internet das Coisas. Entre os investimentos, na ordem de 800 milhões de dólares para adquirir empresas no segmento de Servitização (Service Lifecycle Management - SLM), a PTC comprou no início deste ano a ThingWorx, especializada em Internet das Coisas ou IoT (sigla em inglês para Internet of Things).  

Hélio Samora, durante abertura do evento.
Imagem: Divulgação/PTC Brasil

Durante a abertura da exposição, o vice-presidente da PTC América Latina, Hélio Samora, destacou a tendência para a tecnologia IoT e a produção de produtos com sistemas capazes de se conectar à rede. O objetivo da PTC neste campo é oferecer uma plataforma de integração para produtos inteligentes, oferecer um serviço completo ao cliente, desde o desenvolvimento do produto até a plataforma e gerenciamento do mesmo pós venda. 

Samora exemplifica a funcionalidade em máquinas e equipamentos inteligentes, que contenham um sensor ou software conectado, podendo antecipar um problema antes mesmo que o usuário o detecte e, assim, avisar, através da nuvem, ao fabricante. Desta forma, o serviço de manutenção pode adiantar o serviço antes que isso de fato se torne um problema ao consumidor. 

O vice-presidente do segmento SLM da PTC Estados Unidos, Lee Smith, também ressaltou a importância do serviço durante todo o processo de desenvolvimento de produto.  “É um mercado novo”, afirma. Smith conta que a PTC tem investido no segmento de serviços em função da demanda sugerida pelos clientes, e que a partir disso, tem estudado o mercado e suas particularidades. 

A tecnologia já é aplicada em automóveis, eletrodomésticos, acessórios entre outros. O desafio, segundo Smith e Samora, será a forma de gerenciar as informações adquiridas através dos sensores ou devices aplicados nos produtos. Outro desafio será introduzir a tecnologia ao mercado brasileiro, pois segundo os executivos, ela pode mudar a concepção tradicional do desenvolvimento de produtos.  Quanto a isso, Smith enxerga uma tendência no mercado para a IoT, sendo este um complemento para o ciclo do produto. “Eu acho que a IoT é uma nova onda que está crescendo, novas empresas já a enxergam e precisarão investir nisso. Nós estamos oferecendo uma plataforma para entrar no mercado”, diz.


Continua depois da publicidade


Smith lembra que é uma tendência natural, atualmente, focar em serviços, os consumidores estão mais exigentes e buscam atendimento pós venda de melhor qualidade. Os serviços se tornaram um diferencial na disputa pelo cliente. Por isso, a empresa tem investido em SLM nos últimos 8/10 anos.

O PTC Technology Day aconteceu no Grand Hyatt Hotel, em São Paulo.
Imagem: Divulgação/PTC Brasil

Lançamento nova versão do PTC Creo

Durante o evento foi realizado o lançamento oficial da versão 3.0 do PTC Creo Parametric, solução voltada para projetos mecânicos e eletrônicos (CAD/CAM/CAE). A novidade para esta versão ficou por conta da tecnologia Unite, que permite o usuário trabalhar com ferramentas CAD de outras marcas, permitindo abrir os arquivos sem precisar importá-las. 

Saiba mais sobre IoT no vídeo abaixo:

 

 

*A jornalista do CIMM viajou a convite da empresa para o evento.

Tópicos:



Comentários