Vendas de veículos têm queda em 2013

Volume de emplacamentos em dezembro foi o melhor de 2013, mas não o suficiente para salvar o ano das montadoras.

Pela primeira vez em dez anos, as vendas de veículos caíram no Brasil, segundo dados da Oikonomia Consultoria Automotiva. O mercado brasileiro comercializou 3,574 milhões de unidades de automóveis e comerciais leves no ano passado, de acordo com a empresa, uma queda de 1,6% em relação ao total de 3,632 milhões em 2012. Para este ano, a consultoria prevê novamente um ano de redução no setor, com a venda de 3,440 milhões de veículos, 3,7% abaixo do número de 2013.
 
O último mês do ano passado foi bastante positivo para o setor, mas não o suficiente para impedir uma queda das vendas anuais. Foram emplacados 336 mil veículos em dezembro de 2013, aumento de 16,5% sobre o volume de novembro. A quantidade foi recorde no ano ao superar a do mês de julho, quando foram emplacados 323 mil automóveis e comerciais leves.
 
As vendas de dezembro foram estimuladas principalmente pela expectativa de retirada de parte dos descontos no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que levou os consumidores às concessionárias. No entanto, na comparação com o mesmo mês de 2012, houve uma redução de cerca de 2% nas vendas.
 
Entre as marcas de carros, a liderança em 2013 foi novamente da Fiat, pelo décimo segundo ano seguido, com 764 mil unidades e uma participação de mercado de 21,4%, abaixo da fatia de 23,1% um ano antes, segundo a Oikonomia. A Volkswagen, na segunda posição, teve uma redução de mais de um ponto percentual e terminou 2013 com 18,7%, ante 21,1% no ano anterior. A GM ficou com 18,2% do mercado em 2013 e a Ford, com 9,4%. A Hyundai quase dobrou sua fatia, passando de 2,9% em 2012 para 5,9% no ano passado.
 
Se a estimativa para 2014 se confirmar, serão dois anos seguidos de redução das vendas após uma sequência positiva no mercado. Em 2012, os emplacamentos de veículos no Brasil haviam subido 6,25% sobre o ano anterior, que já vinha de um crescimento de 2,86% em relação a 2010.
 
Na projeção da Oikonomia, estão entre as marcas que terão vendas menores em 2014: Fiat, Volkswagen, General Motors, Ford, Renault, Nissan, Citroën, Peugeot, Mitsubishi, Kia e as chinesas. Enquanto isso, entre as que terão crescimento de vendas estão Honda, Toyota e Hyundai.
 
Hoje, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade que representa as concessionárias de veículos, divulgará os dados oficiais do setor referentes a 2013 e suas projeções para este ano.
 
Por Silva Júnior/ Folhapress
Tópicos:



Comentários