Trabalho em Grupo

Wilson Sergio, colaborador

Trabalho em grupo é todo aquele ao qual as pessoas se reúnem, cada uma com suas tarefas divididas e que são reunidas no final do projeto para que se junte tudo e seja feita uma conclusão.
É um modo de se realizar tarefas diárias, mas impreterivelmente ressaltam as maiores características individuais e o indivíduo.

Trabalhar em equipe é diferente, os indivíduos trabalham sinergicamente durante todo o processo, todos se comunicam e trabalham juntos cada um com sua tarefa porém sincronizadas.

Tenho visto em muitos lugares que as pessoas estão fazendo coisas incríveis, a alta adminstração delega uma tarefa e lá vão eles, não se comunicam com ninguém, não compartilham as informações e saem sozinhos perdidos de galho em galho ciscando informações importantes quando poderiam simplesmente ao colega ao lado que te intenções de trabalhar sinergicamente mas é minado por uma panela, um grupo que se associa para um interesse particular mútuo do qual exclui a empresa e outros funcionários em sintonia com a empresa. É a famosa preparação para a derrubada de tapetes.

É sabido por todos que uma das habilidades mais exigidas para manter nossa empregabilidade é capacidade de gerarmos resultados em um grupo. Isso mesmo, não é mais tempo de heróis solitários que capinam sozinhos e conseguem fechamento de grandes negócios. Hoje, a realidade é que precisamos interagir satisfatoriamente em equipe para sobrevivermos à alta competitividade empresarial.

E, diante a essa realidade, estamos sendo membros eficazes de equipe? Visando focar o nosso olhar para essa questão, vamos refletir sobre alguns pontos importantes para o trabalho em equipe. Fique atento e preste uma atenção especial...

Ponto 1: Minha equipe precisa ter uma meta comum, um caminho a ser seguido; dançar a mesma música... Não existe trabalho em equipe se todos os membros não compartilharem da mesma meta. O estabelecimento da meta é o ponto de partida em direção ao sucesso... Todos precisam saber para onde estão indo e acima de tudo, estarem comprometidos com o caminho a ser trilhado.

Ponto 2: É indispensável aprender as habilidades de cada membro da equipe, para isso se faz necessário prestar atenção nas necessidades de seus colegas e não só nas suas. Você precisa perguntar: As minhas virtudes podem equilibrar as minhas fraquezas? As suas virtudes podem equilibrar as suas fraquezas? Podemos compensar um pelo outro? Pelo bem de cada um e da equipe?

Ponto 3: É obrigatório aprender a se comunicar com os outros de sua equipe. Para isso sendo importante o ouvir com empatia, o cuidado com as palavras, a moderação do tom e do volume de voz e o equilíbrio necessário entre o feedback positivo e negativo.

Ponto 4: É necessário aperfeiçoar a sua arte, sabendo que você nunca será o melhor apenas com boas intenções. Precisa saber o que está fazendo e continuar melhorando sempre. Reconhecer que sempre há muito mais para aprender. Mais ainda, reconhecer a verdade brutal: De que se seu conhecimento e habilidades pararem de crescer, você e sua equipe irão parar de crescer. E no final todos perdem!

Ponto 5: É imperativo aprender a executar. Se você for mesmo valoroso e conhecer a sua arte, já deve saber como fazer. Mas precisa aprender como encaixar perfeitamente as suas habilidades com as de todos os outros da equipe. Isso exige prática, longo estudo, experiências, fracassos e sucessos... Uma equipe vencedora não pode perder prazos, esquecer pequenos detalhes, não pode se dedicar menos que o envolvimento completo.

E, então? Há algum ponto a ser melhorado no seu comportamento e/ou na sua equipe? Se tiver, esforce-se... Releia as informações... Leia-as para sua equipe... Incentive a melhoria... Afinal, a arte de trabalhar em equipe pode ser aprimorada e é fundamental para a conquista de uma alta performance profissional.

ONDE INOVAR DEVE SER UMA CONSTANTE
Tópicos:



Comentários