Ford testa novo software que permite navegação virtual em suas fábricas

Com a mesma tecnologia do Google Earth, programa ajuda a globalizar processos.


Continua depois da publicidade


A Ford Motor Company está testando um novo software da Siemens que permite a navegação virtual dentro de suas fábricas de todo mundo, inclusive nas estações de trabalho individuais. Nomeado IntoSite, o programa usa a mesma tecnologia do Google Earth e está armazenado na nuvem, permitindo aos usuários compartilharem informações 3D das plantas virtuais e de todos os seus processos produtivos, até mesmo a adição de um parafuso. 
 
Com o acesso virtual, a fabricante poderá armazenar e acessar documentos em um único programa, planejar e padronizar melhor e mais rápido a manufatura dos veículos, resolver problemas e compartilhar as melhores práticas a nível mundial, sem a necessidade de visitas reais de alto custo. 
 
“Estamos constantemente procurando maneiras de melhorar a padronização do sistema de produção da Ford em todo o mundo”, declarou em nota John Fleming, vice-presidente executivo de manufatura global da Ford. “O piloto com o software IntoSite da Siemens está nos ajudando a explorar as possibilidades para o futuro da comunicação no local de trabalho inter-regional”, acrescentou. 
 
 
Desenvolvido pela unidade de negócios Siemens Product Lifecycle Management, especialista no gerenciamento do ciclo de vida do produto, o programa piloto está sendo estudado inicialmente na fábrica da Ford de Wayne no Estado de Michigan, nos Estados Unidos. 
 
"Com o uso de uma plataforma que a maior parte do mundo já está familiarizada, o Google Earth, seremos capaz de aumentar a velocidade de adoção e implementação para nossas equipes de manufatura em todo o mundo", comentou Janice Goral, gerente de engenharia de produção de operações de veículos na Ford.
 
Zvi Feuer, vice-presidente sênior de software de engenharia de manufatura da Siemens PLM Software, diz que a Ford não foi escolhida por acaso: "A Ford tem uma abordagem muito inovadora para a produção, por isso será a primeira a utilizar o IntoSite". Segundo o executivo, as empresas "vêm trabalhando juntas há muitos anos para fechar a lacuna de conhecimento entre a engenharia e a manufatura. A implementação do IntoSite é o mais recente passo neste esforço e é outro exemplo de como as soluções da Siemens PLM permitem que fabricantes tomem decisões mais inteligentes que resultam em produtos melhores."
 



Comentários