Valor do profissional = Tempo para entrar + Tempo para sair

Wilson Sergio, colaborador

Muitas organizações sofrem para admitir pessoal realmente competente, para agregar valor a seus produtos e serviços, pior, muitas nem se dão conta da importância de demití-los. Os líderes muitas vezes não param para analisar que impacto causaria a saída de um profissional competente da sua linha de frente.

Um excelente profissional, com muitas competências técnicas e pessoais, capacitado para cativar o cliente em todas as suas espectativas, faz com que o cliente muitas vezes confunda o nome da empresa ao desse profissional. Portanto, quando este é demitido, causa um impacto tremendo na organização.

Quanto tempo leva para conseguir um profissional certo para o lugar certo e no momento certo?

O profissional certo é aquele que ajuda as empresas atingirem suas metas. Ele deve preencher o espaço que falta para que a equipe sinta-se fortalecida para ir em frente. Ou ainda ele deve fazer com que seu trabalho traga além do cumprimento das metas, lucros extras para a organização.

O lugar certo, é onde esse profissional poderá ser posicionado, para estrategicamente cumprir sua tarefa com êxito. Deve ser considerado sua atual condição e quais as atividades que irão lhe atribuir para desenvolver com competências e alcançar o pleno desenvolvimento da função.

O momento certo deve ser aquele em que o profissional está apto e livre para entrar para a organização, bem como, o período em que a empresa ainda não deixará que o mesmo encontre uma sobrecarga de tarefas a cumprir.

Um profissional que está migrando para outro emprego, dependendo do tempo de vínculo com o anterior, deve passar o bastão a quem de direito for, enquanto o contratante aguarda essa sua transição com respeito ao tempo que ele pedir para concretizar mais esta tarefa.

Um excelente profissional, leva até 15 dias para desvincular-se do atual empregador, passar as tarefas e então assumir o seu cargo, isso é nobre da parte dele e deve ser levado em consideração o que isso representa. É até um crédito a ser considerado.

Mas quanto tempo leva um profissional para ser esquecido?

Esse é o pior dos impactos, quando um profissional de extrema competência é demitido rapidamente e sem maiores explicações, produz para seu substituto, uma carga excedente. Para a empresa justificar aos clientes essa ausência, é um trabalho que precisa ser tratado com carinho e cuidado. Tratar a ''verdade'' é outro fato. Se não for feita com o devido respeito, a empresa ficará com esse fantasma do bom funcionário para sempre. E o que é pior, sem o crédito dos clientes e a glória da concorrência que pode absorver esse profissional.

Nos EUA, quando uma pessoa é demitida, ela leva 15 minutos para juntar suas coisas numa caixa e dizer adeus a todos da companhia. Abandona por completo sua agenda e não dá satisfação de nada dali em diante.

Agora no Brasil, leva-se até 3 dias para uma pessoa realmente ir embora. E o que acontece é que em alguns casos não se consegue atingir o desempenho de antes.

Há casos em que um profissional chega, mostra todo o seu potencial, demonstra como o trabalho precisa ser feito para o mundo e depois é retirado pela política dos incompetentes ao seu redor. Um líder precisa estar atento para não cair na armadilha também.

Um meio de analisar se a admissão ou a demissão foi um sucesso é observar o comportamento dos demais, eles acham ruim e desnessessária a nova contratação? Eles apoiam a demissão do colega?

Depois que o colega vai embora? Eles especulam seus possíveis erros? Denigrem a sua imagem? Fazem de tudo para convencer os clientes do erro que cometiam ao tratar com ele?

Cuidado! Sua empresa poderá estar passando a imagem errada, a de que deixa profissionais ruins entrarem para a organização e de que também permanece com pessoas não tão confiáveis.

''O trabalho é feito, depois esquecido, mas dura para sempre'' diz um provérbio chinês.
Tópicos:



Comentários