ZF lança a primeira transmissão automática de 9 velocidades

ZF lança a primeira transmissão automática de 9 velocidades para automóveis

 

A ZF lança neste mês a primeira transmissão automática de 9 velocidades (9HP) feita no mundo para automóveis com motores dianteiros transversais. Entre suas características, destaque para a eficiência nas trocas de marchas, devido ao escalonamento próximo entra as 9 velocidades, tornando as mudanças  praticamente imperceptíveis, bem como um design compacto e sistemas modulares. Estes benefícios convenceram a Land Rover, fabricante inglesa de automóveis Premium, a adotar a nova transmissão de 9 velocidades da ZF, que terá sua produção em escala iniciada no final de 2013.
 
"Estamos muito satisfeitos com o lançamento no mercado da nossa mais recente inovação tecnológica, a transmissão automática de 9 velocidades para aplicações dianteiras transversais. Este é um novo capítulo na parceria de longa data que temos com a Land Rover", diz Gerhard Wagner, membro do Conselho de Administração e responsável pela divisão de Tecnologia de Powertrain da ZF.
 
A 9HP é produzida na nova unidade industrial que a ZF possui na cidade de Gray Court, no Estado da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. A produção em escala destinada à Land Rover será iniciada somente no final de 2013. 
 
Na comparação com os padrões anteriores de transmissões automáticas de 6 velocidades em aplicações dianteiras tranversais, a 9HP da ZF consegue reduzir consideravelmente o consumo de combustível e as emissões de CO2. A alta eficiência da 9HP está ligada ao conceito técnico do produto, que realiza a escolha da melhor marcha valendo-se do grande número de opções de velocidades. 
 
A ZF desenvolveu as várias velocidades da 9HP com o auxilio de quatro conjuntos de engrenagens individuais e seis elementos de engate. Foi um desafio especial colocar todos esses componentes na transmissão. 
 
Durante o processo de construção, verificou-se que, por causa do princípio de construção dos automóveis com motores dianteiros transversais, o espaço existente para a instalação da transmissão era muito limitado. Por conta disto, os conjuntos de engrenagens não foram colocados em linha um atrás do outro no eixo longitudinal da caixa – optou-se por aninhá-los dentro da transmissão. Este conceito foi possível operando hidraulicamente os elementos de contato constante, que foram integrados à transmissão sem impactarem em seu tamanho ou eficiência. 
 
Um conversor de torque é utilizado como o elemento standard de partida da 9HP. No conversor, um sistema multi-estágios de amortecimento de torção minimiza as perdas hidráulicas, ao fechar rapidamente o conversor de torque durante as velocidades baixas. Com a sua conexão direta ao motor, a transmissão reduz o consumo de combustível e aumenta o conforto e a dinâmica de condução.
 
Sistema de construção flexível
A ZF concebeu a 9HP como um kit modular, de modo que ela pode ser usada nos mais diversos tipos de aplicações em automóveis. Existem dois modelos da transmissão, que abrangem uma faixa de torque entre 200 e 480 Nm. 
 
Além disso, a função start-stop opera sem a necessidade de bomba de óleo adicional – e pode ser utilizada em sistemas híbridos. No caso de arquiteturas híbridas paralelas, o conversor de torque é substituído por um motor elétrico.  
 
Vale ressaltar que a 9HP possui uma estrutura de software e interface abertas e, também, uma poderosa unidade eletrônica, o que significa que é possível integrá-la de forma flexível a diferentes conceitos de veículos.
 



Comentários