Limpeza de graxa por Recozimento

Processo: As peças trefiladas devem passar por alívio de tensões entre 700 e 750 0 C. No aquecimento é vedada a entrada de ar para evitar deformações durante a esmaltação. Na temperatura alcançada queimam-se o óleo, a graxa e a sujeira.

Características : no processo é formada nova carepa que deverá ser removida por decapagem. As variações do processo incluem: recozimento em atmosfera ácida, que aumenta a solubilidade da carepa na decapagem, e o recozimento com gás protetor que evita a formação da carepa e de óxidos. Este último pode ser considerado um tratamento superficial.

 

Limpeza por Chama

Processo: usa a diferença entre coeficientes de dilatação térmica dos metais e seus óxidos para romper a carepa, ferrugem ou casca de fundição. A superfície é aquecida rápidamente com chama oxi-acetilênica, estourando a camada superficial.


Características: a chama oxi-acetilênica aquece a peça a uma temperatura aproximada de 140 0 C, portanto não há aquecimento execessivo do metal de base. Quanto mais tempo a carepa tiver sido exposta à intempérie, mais fácil é sua remoção. Para a ferrugem, o efeito da chama é aumentado pela evaporação da água de hidratação. A decapagem posterior pode ser dispensada.

Indicações: é especialmente indicado para a limpeza de estruturas de galpões, já que não libera poeira.

Cuidados especiais: se as faixas de temperatura forem abservadas não há efeito na resistência mecânica do material da peça.

 

Limpeza com Pó de Ferro


Processo: a camada superficial da peça é queimada removendo incrustrações de areia e de escória e rebarbas de peças fundidas.

Características: uma fina camada superficial da peça é queimada com maçarico, promovendo-se simultaneamente melhor fluidez da escória através da injeção de pó de ferro finamente pulverizado.

Indicações: é empregado para o aço fundido e para o aço laminado, sem liga ou com baixo teor de liga.