Medium_avatar-vini2
Vinícius    |   29/09/2017   |   Marketing

Google Analytics: Um guia básico para empresas do setor industrial (Parte 5)

Identifique a origem do seu tráfego com os relatórios de aquisição do Google Analytics.

Continuando a nossa série de artigos, hoje vamos falar exclusivamente sobre a seção “Aquisição” do Google Analytics. Este relatório mostra a origem do tráfego para o seu site.

Os relatórios incluem: Aquisição de tráfego, Google AdWords, search console, redes sociais e campanhas. 

Relatório de aquisição

Visão geral

O relatório de aquisição do Google Analytics abrange dados sobre os principais canais de aquisição do seu site. O Google explica o funcionamento das campanhas e origens de tráfego em 3 etapas:

O comportamento da coleta, do processamento e dos relatórios podem ser personalizado, veja como.

Relatório todo o tráfego

Canais

Neste relatório você tem uma visualização completa dos canais de aquisição do seu site. Estes dados são agrupamentos padrões, definidos pela ferramenta, com base em regras de origens mais comuns de tráfego. 

Veja as definições de cada canal, disponibilizado pelo Google Analytics:

Direto: Origem corresponde exatamente ao acesso "direto" do seu site E Mídia corresponde exatamente a (not set) OU Mídia corresponde exatamente a (none);

Pesquisa orgânica: Mídia corresponde exatamente a “Orgânica”, ou seja, via buscadores

Redes sociais: Referência da rede social de origem corresponde exatamente a “Sim” OU Mídia corresponde a regex ^(social|social-network|social-media|sm|social network|social media)$;

E-mail Mídia: corresponde exatamente a acesso via  “E-mail” ;

Afiliados Mídia: corresponde exatamente a “Afiliado” ;

Referência: Mídia corresponde exatamente a “Referência” ;

Pesquisa paga: Mídia corresponde a regex ^(cpc|ppc|paidsearch)$ E Rede de distribuição de anúncios não corresponde exatamente a “Conteúdo”;

Outra publicidade: Mídia corresponde a regex ^(cpv|cpa|cpp|content-text)$;

Rede de Display: Mídia corresponde a regex ^(display|cpm|banner)$ OU Rede de distribuição do anúncio corresponde exatamente a “Conteúdo”.

Relatório mapa de árvore
Este relatório está disponível apenas para contas do Google Analytics que estão vinculadas as contas do Google AdWords. Com o mapa de árvore você pode ter uma visualização dos principais canais de aquisição por níveis de importância. 

A visualização dos dados em formatos de retângulos, permite você expor e gerar hipóteses sobre seus canais de forma rápida e intuitiva. Basta clicar nos quadrados do relatório para avançar nos próximos níveis da hierarquia.

Origem/mídia

As dimensões origem/mídia, são os pilares de toda a seção de aquisição. Trata-se da origem/mídia do tráfego do seu site como, por exemplo:

Origens

  • google
  • bing
  • outlook.live.com
  • yahoo
  • Ou qualquer outra origem identificada através da tag utm_source.

Mídia

  • Referência;
  • Orgânica;
  • none (direto);
  • CPC;
  • Email;
  • Ou mídias identificadas através da tag utm_medium.

Referências
Este relatório basicamente, identifica os sites que enviam visitantes para o seu site. O tráfego de referência é uma ótima forma de identificar potenciais parceiros para aumentar o trafego do seu site.

Relatório do Google AdWords

Neste guia não vamos entrar em detalhes no relatório do Google Adwords, pois se trata de um conteúdo introdutóro ao Google Analytics e partimos do princípio que você ainda não iniciou uma campanha no Google AdWords.

A seção Google AdWords dentro da ferramenta do Google Analytics incluem os seguintes relatórios:

  • Campanhas
  • Mapa de árvores
  • Palavras-chave
  • Consultas de pesquisa
  • Hora do dia
  • URLs finais

Search Console

O relatório search console, assim como o relatório do Google AdWords, é um relatório avançado que não vamos abordar neste guia básico. Para ativar o relatório em seu Google Analytics, e visualizar o histórico de pesquisa do seu site, leia este tutorial do Google.

Redes Sociais

Este relatório mostra o impacto da sua empresa nas redes sociais, identificando de forma clara, quais mídias sociais estão gerando melhor retorno para os seus negócios. 

O impacto é medido através das metas/conversões definidas na ferramenta. Caso você ainda não tenha metas/conversões criadas no Google Analytics, leia a terceira parte deste artigo — Definir metas no Google Analytics.

A visão geral do relatório de redes sociais, contém: sessões por referências de redes sociais, conversões totais, conversões separadas por redes sociais, além de identificar a última interação antes da conversão.

Os demais relatórios incluem:

  • Referências de redes
    Identifique quais mídias sociais são promissoras para o seu negócio. 
  • Páginas de destino
    Saiba quais são as páginas do seu site que tem o melhor desempenho nas redes sociais.
  • Conversões
    Saiba quantas conversões cada mídia social gerou para o seu site.
  • Fluxo de usuários
    Este é o mesmo relatório de Fluxo de usuário visto em nosso último artigo, porém, exclusivo para suas redes sociais.

Campanhas

Os vários métodos que você utiliza para incentivar tráfego em seu site são considerados campanhas no Google Analytics. Algumas campanhas são automaticamente identificadas pelo Google Analytics como, por exemplo as campanhas do Google AdWords. Se perferir, você pode criar suas prórprias campanhas, com o seu próprio controle.

Sempre que o seu site for visitado, existe a possibilidade de enviar 5 informações para o seu Google Analytics sobre a origem do seu tráfego. Veja abaixo quais são as opções:

  • Medium: Tipo de tráfego, por exemplo CPC;
  • Source: Detalhe sobre a origem do usuáro, por exemplo Google;
  • Campaign: O nome que você escolheu para a sua campanha, por exemplo Black Friday;
  • Ad content: O conteúdo do seu anúncio, por exemplo banner 1;
  • Keyword: Qual a palavra-chave buscada por sua campanha, por exemplo “ferramentas rotativas”.

Para configurar uma campanha personalizada, sugiro utilizar esta ferramenta do Google — Campaign URL Builder.

Todas as campanhas

Após criar links para rastrear e lançar sua campanha, é necessário analisar os resultados. Neste relatório você tem um panorama dos resultados de todas as suas campanhas, desta forma, fica muito mais fácil analisar o desempenho em apenas um único lugar, para que você possa ver quais campanhas foram bem-sucedidas, e quais tiveram desempenhos inferiores e devem ser modificadas.

Além disto o Google Analytics oferece os seguintes relatórios:

  • Palavras-chave pagas: Palavras-chave utilizadas por campanhas no Google AdWords;
  • Palavras-chave orgânicas: Palavras-chaves que geraram tráfego de forma orgânica pelos buscadores, ou seja, sem links patrocinados.
  • Análise de custos: Mostra dados de desempenho de sessão, custo e receita para seus canais de marketing pagos não pertencentes ao Google.

Obrigado pela leitura! Sexta-feira que vem tem a sexta parte deste artigo!

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
Avatar-vini2

Vinícius

Analista de Marketing Digital na Softplan — Consultor de marketing digital — Analista de marketing por mais de 3 anos no Grupo CIMM e full-stack marketer para startups. Atualmente foco meus estudos e conhecimentos em growth marketing. Certificado de inbound marketing e email marketing pela HubSpot e Fundamentos de Adwords, Google Adwords Shopping e Publicidade Mobile pelo Google.


Mais artigos de Vinícius

Comentários