Medium_avatar-vini2
  |   18/08/2017   |   Marketing

Brand Fatigue: O motivo pelo qual sua empresa deixou de ser ouvida

A disputa por atenção e ruídos de marketing podem fazer com que sua audiência deixe de perceber sua empresa

É muito provável que se você analisar a caixa de entrada do seu e-mail hoje, existirão muitas empresas que enviam com frequência e-mails que você naturalmente ignora, ou simplesmente não abre.

Alguns exemplos clássicos são grandes e-commerces e sites de compras coletivas, que enviam um volume alto de e-mails com pouca ou nenhuma segmentação para os seus clientes.

Você já se perguntou o motivo pelo qual, atualmente, os ignoram?

Essa reflexão, possivelmente levará você até a resposta da qual sua empresa também deixou de ser ouvida, mas antes, continue lendo este artigo para entender o conceito e soluções para este problema.

O que é Brand Fatigue?

Brand Fatigue, ou na tradução literal, "fadiga da marca", não se trata apenas de envios de e-mails mas, também, mídias sociais e produção de conteúdo em geral. É o efeito de desgaste da marca, por trás de ações de marketing com conteúdo de baixo valor e falta de segmentação e personalização. 

Na prática: O que causa a Brand Fatigue?

Por exemplo, suponhamos que você está interessado em melhorar sua concentração e autocontrole. Então decidiu buscar mais informações sobre o tema no Google e encontrou um blog de um centro de meditação.

Você gostou da publicação que leu e decidiu se inscrever na newsletter do centro de meditação para receber outros conteúdos semelhantes. 

Após se cadastrar para a newsletter da empresa, chegou em sua caixa de entrada os seguintes emails:

Dia #1

“Olá, bem-vindo a nossa newsletter…”

- Ok, a empresa está se apresentando e tentando ser pessoal.

Dia #2

“Evento: O maior congresso de meditação acontecerá dia…”

- O evento parece ser importante, porém ainda não conheço quase nada sobre meditação e além do mais, será em outro estado.

Dia #3

“Novo post: Como fazer a sua própria almofada de meditação”

- Pode ser interessante para quem medita, mas ainda não é meu caso.
 

Dia #4

“Evento: É amanhã! Aguardamos você no maior evento de meditação…”

- Eu não quero ir ao evento e também não quero receber estes emails.

Dia #5

“Promoção: Desconto de 20% na mensalidade até o dia…”

- Definitivamente não estou interessado em comprar nada, nem frequentar um evento. Apenas quero receber mais conteúdo falando sobre meditação, assim como o primeiro post que li no seu blog. 

 

No exemplo hipotético acima, em cinco dias, a escola de meditação conseguiu desgastar a imagem da empresa para grande parte dos seus contatos interessados em saber assuntos introdutórios sobre meditação. Com a sua empresa não é diferente, estas pessoas são possíveis clientes para o seu negócio, mesmo que ainda não tenham demonstrado intenção de compra.

Então, Brand Fatigue não se trata apenas de conteúdo de baixo valor, mas também se existe segmentação e cuidado na frequência que o conteúdo foi entregue.

A sensação de que a sua empresa deixou de ser ouvida de certo modo é real, pois as pessoas que recebem este grande volume de conteúdo, sendo ele de alto valor ou não, passam a ignorar naturalmente, sua marca, nome e pessoa em específico.

É a forma que o cérebro consegue lidar com a quantidade de ruídos que existem no momento. Mesmo sabendo que entre uma publicação e outra existam conteúdos relevantes e direcionados paro o seu interesse. 

Soluções para a Brand Fatigue 

E-mail marketing

Fique atento às métricas e relatórios das suas campanhas de e-mail marketing. Defina uma rotina para analisar e otimizar as seguintes métricas: taxa de inativação da lista, taxa de abertura, taxa de cliques, CTR (Click Through Rate) e a taxa de descadastro.

Ao acompanhar, frequentemente, as métricas citadas acima, você vai conseguir identificar quais campanhas estão gerando melhores resultados e replicá-las.

Para identificar o motivo do desinteresse e corrigi-los, analise as taxas de descadastro e de inativação. Assim, você vai evitar novos efeitos de Brand Fatigue a longo prazo. 

  • Gerencie a frequência de envio de e-mails.
  • Segmente sua base para gerar melhores resultados enviando menos emails.
  • Higienize sua lista de emails. 

Blog 

Lembre-se, o seu conteúdo deve ser de qualidade, confiável e útil para seus leitores. Para atender as expectativas dos seus visitantes, e também estar alinhado aos objetivos da sua empresa, é imprescindível que você crie uma estratégia de conteúdo. 

Assim como no e-mail marketing, para manter a qualidade e otimizar seus resultados, é necessário que você entenda sua audiência. Analisar os conteúdos com bons engajamentos e entender o que funcionou. 

  • Defina sua persona.
  • Sempre entregue valor para o leitor.
  • Defina a periodicidade ideal para a sua empresa.
  • Postagem com baixíssima frequência também pode ocasionar diminuição de engajamento.
  • Crie conteúdo segmentado para a sua audiência.
  • Não utilize clickbait. O seu conteúdo deve ser autêntico e deve passar uma boa experiência ao leitor. 

Mídias Sociais 

Existem diversas mídias sociais que podem ser utilizadas em sua estratégia, você deve analisar e escolher qual delas tem maior potencial de resultados para o seu negócio. “Overview: em qual rede social sua empresa deve estar presente?”

Para manter um alto engajamento e fornecer conteúdo de valor para a sua audiência é necessário que você descubra o que seus seguidores realmente querem de você.

Enquanto você ainda não descobriu as razões pelo qual estão te seguindo, aumentar a quantidade de seguidores não é a melhor opção. Identifique os pontos de interesses em comum, para depois expandir sua audiência nas redes sociais.

  • Determine uma frequência de postagem em cada mídia social, e poste sempre nos mesmos períodos, mantendo a frequência de postagens.
  • Utilize anúncios pagos para melhorar seu engajamento. Depois de identificar o tipo de conteúdo que funciona melhor para o seu público-alvo, uma alternativa é utilizar os anúncios pagos para reduzir o ruído, e garantir que você esteja atingindo as pessoas certas, com o conteúdo certo. Você com certeza construirá uma audiência muito engajada. 
  • Ouça seus seguidores. Aproveite as @menções, comentários e mensagens diretas, para entender melhor seus seguidores e fornecer conteúdo com maior relevância.
  • Faça perguntas para os seus seguidores. Você pode utilizar os recursos de cada mídia social como, por exemplo, enquete ou apenas fazer uma simples pergunta aberta: O que vocês esperam encontrar em nossa página?
  • Crie micro-comunidades. Cada vez mais as pessoas estão buscando envolvimentos personalizados e conexões mais individuais. 

Se você já entendeu as necessidades dos seus seguidores e percebeu que existe diferentes tipos de engajamentos — e você tem recursos para mantê-los — pode ser uma boa ideia utilizar micro-comunidades. 

Uma empresa que utiliza muito bem micro-comunidades é a BuzzFeed. Eles criam contas como BuzzFeed Tech, BuzzFeed Animals para segmentar interesses e aumentar seu engajamento. Uma outra ideia é criar contas para suporte ao cliente ou por região. 

Conclusão 

A Brand Fatigue é uma resposta natural do seu público-alvo, leads e clientes, avisando que as suas ações de marketing, não estão de acordo com os interesses deles.

Resta agora, você analisar estas ações, entender sua audiência e mostrar que sua empresa está disposta a ouvi-las. Assim, gradativamente, você voltará a ter a atenção desejada, engajamento e, consequentemente, melhores resultados.

_______

Obrigado pela leitura! Gostou do texto? Comente quais são seus desafios no marketing digital e deixe-me saber!
Provavelmente estes desafios serão temas dos próximos artigos publicados nesta coluna.

Grande abraço e até sexta-feira que vem!

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
Avatar-vini2

Vinícius Castro

Analista de Marketing Digital na Softplan — Consultor de marketing digital — Analista de marketing por mais de 3 anos no Grupo CIMM e full-stack marketer para startups. Atualmente foco meus estudos e conhecimentos em growth marketing. Certificado de inbound marketing e email marketing pela HubSpot e Fundamentos de Adwords, Google Adwords Shopping e Publicidade Mobile pelo Google.


Comentários