14/03/2016

Descomplique! O difícil é fazer algo simples!

Profissionais de tecnologia tendem a tornar mais difíceis tarefas que podem ser simples.

Alguém algum dia deve ter defendido a ideia de que fazer algo complexo era para os mais inteligentes. Estamos vivendo um momento de grande volume de informações e, infelizmente, mais de 95% disso é lixo, porcaria ou duplicação. Esse é o preço de se ter dado o poder da informação nas mãos de todos. Qualquer um publica o que quer e ninguém paga nada por gerar lixo digital. Um dia alguém ainda vai ter que limpar essa privada. Mas não adianta reclamar, o que está feito está feito!

E como as pessoas têm o poder de gerar a informação ou replicar conteúdos, o que se percebe é que a grande maioria tenta parecer mais inteligente, divulgando novidades para parecer uma pessoa atualizada. Ou usam palavrinhas da moda, que muitas vezes nem sabem o que significam, para que os outros pensem que é uma pessoa acima da média. Quando percebo alguém usando termos da moda para parecer inteligente, acordo meu lado chatão: "me fale mais disso, por favor." ou "Como isso impacta aquilo?", ou ainda: "por que você acha isso interessante?" A maioria sai com respostas sofríveis.

O desafio é simplificar!

A única forma de se tornar mais inteligente é estudando! Mas se parecer inteligente é realmente importante para você e você é uma pessoa preguiçosa demais para estudar, procure fazer o simples, de forma simples e sem enrolar. Uma vez perguntei para uma pessoa numa reunião sobre um software que justificavam ter como diferencial a simplicidade para usar, como sabiam quando estava realmente simples e a resposta foi surpreendente: "entregamos para minha mãe usar! Ela não conhece nada de tecnologia e quando consegue usar, sem perguntar, conseguimos chegar ao simples!”

Complicar o simples é algo comum entre os profissionais de tecnologia que geralmente gastam mais tempo complicando que simplificando. Uma vez um projeto atrasou tanto que acabou sendo abortado, isso porque ao invés de construir um componente de software os técnicos tentaram construir um construtor de componentes. Isso seria quase o equivalente a comprar moléculas de hidrogênio e oxigênio e um misturador para fazer água. Obviamente quando isso foi descoberto, já era tarde demais. Por isso, o maior simplificador de todos deve ser o líder. Se ele tem a visão, o planejamento e o acompanhamento, consegue simplificar. Do contrário, as coisas se complicam.

Ano passado tive uma reunião com o John Chen, presidente da BlackBerry e ao ser questionado sobre o que faria para fazer a BlackBerry voltar a ter lucro, com simplicidade respondeu: "vou reduzir custos e aumentar o faturamento até que o segundo seja maior que o primeiro".

Seja simples e objetivo em suas colocações e cuidado ao tentar parecer inteligente, usando termos da moda ou tentando parecer especialista em algo que não é, pois você poderá não parecer inteligente.

As informações e opiniões veiculadas nesse artigo são de responsabilidade exclusiva do autor e não representam a opinião do Grupo CIMM.
Tópicos:

Roberto Dariva

Perfil do autor

Empresário, CEO da Navita.


Comentários