245 termos iniciando com a letra "".
  • ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

    Sistema brasileiro para a classificação dos aços. O sistema ABNT baseou-se nos sistemas americanos. Nele, basicamente, vários tipos de aços de até 1% de carbono, com elementos comuns ou baixos teores de elementos de liga, são indicados por quatro algarismos (os dois últimos algarismos correspondem ao teor de carbono e os dois primeiros à presença ou não de elementos de liga). Assim, toda vez que os dois primeiros números forem 1 e 0, respectivamente, trata-se de um aço carbono

  • ABRAMAN

    Sigla da Associação Brasileira de Manutenção.

  • Absorção da luz

    Fenômeno que ocorre quando a luz chega a uma superfície e é absorvida pela mesma.

  • Acelerômetro

    Transdutor que gera um sinal elétrico quando os seus elementos piezoelétricos são carregados ao entrarem em contato com um corpo vibrante. Possibilita a detecção de sinais vibratórios que podem ir de 1 Hz até 20 kHz. São fáceis de instalar e bastante resistentes.
    A posição e o modo como a informação vibratória é recolhida é fundamental no desenvo...   leia mais

  • Aço de alto carbono

    Aço que contém mais de 0,6% de carbono. Sua soldagem é mais difícil do que a efetuada em aços de baixo e médio carbono, devido à maior probabilidade de ocorrer trincas a frio.
    Os aços alto carbono possuem maior resistência e dureza, e menor dutilidade em relação aos aços baixo e médio carbono. São quase sempre utilizados na condição tempera...   leia mais

  • Aço de baixo carbono

    Aços cuja quantidade máxima de carbono é de aproximadamente 0,3%. Possuem, normalmente, baixa resistência mecânica e dureza e alta dutilidade e tenacidade. São facilmente usináveis e soldáveis de um modo geral e apresentam baixo custo de produção. Normalmente não são tratáveis termicamente para endurecimento. Entre as suas aplicações típicas estão as chapas automobilísticas, perfis estruturais e placas utilizadas na fabricação de tubos, construção civil e latas de folhas-de-flandres.

  • Aço de médio carbono

    Aço que possui uma quantidade de carbono suficiente para a realização de tratamento térmico de têmpera e revenido, embora tais tratamentos precisem ser realizados com taxas de resfriamento elevadas e em seções finas para serem efetivos. Contêm de 0,3 a 0,6% de carbono, aproximadamente.
    Os aços de médio carbono possuem maior resistência e d...   leia mais

  • Aço-ferramenta

    Aço ao carbono com teores de 0,8 a 1,5% de carbono. Se apresentar outros elementos de liga, estes são aplicados em porcentagens pequenas. A principal desvantagem desse tipo de aço é o fato de perder sua dureza (capacidade de corte) em temperaturas relativamente baixas (em torno de 250ºC), requerendo velocidades de...   leia mais

  • Aço-liga

    Chamado também de aço especial, é uma liga de ferro-carbono com elementos de adição (níquel, cromo, manganês, tungstênio, molibdênio, vanádio, silício, cobalto e alumínio) para conferir a esse aço características especiais, tais como: resistência à tração e à corrosão, elasticidade e dureza, entre outras, tornando-os melhores do que os aços-carbono comuns...   leia mais

  • Aço microligado

    Aço que contêm, em geral, menos de 0,15% de carbono e pequenas quantidades de Nb, V, Ti, Mo e N. Possuem boa soldabilidade. A soldagem desses aços é similar à dos aços de baixo carbono, embora seja esperada uma maior temperabilidade.

  • Aço rápido

    Material que pode ser feito com muitos tipos de aço, empregando-se ligas de tungstênio, cromo, molibdênio, vanádio e cobalto. Essas combinações de elementos de liga asseguram a resistência e a dureza necessárias para operações em altas temperaturas. Os aços-rápidos resistem a temperaturas de até 550ºC. Mesmo com o desenvolvimento de novas tecnologias de...   leia mais

  • Aços

    São os materiais metálicos quantitativamente mais empregados na indústria. São ligas ferro-carbono, podendo ter elementos de liga adicionados propositadamente ou residuais (decorrentes do processo), dependendo das propriedades necessárias. Depois do ferro, o carbono é o elemento mais importante, que é o determinativo do aço. A quantidade de carbono é um dos p...   leia mais

  • Aços-carbono

    Liga de ferro-carbono que contém de 0,008% a 2% de carbono. Possui na sua composição apenas quantidades limitadas de carbono, silício, manganês, cobre, enxofre e fósforo. Outros elementos existem apenas em quantidades residuais. O carbono é elemento mais importante depois do ferro, sendo o elemento determinante das propriedades mecânicas do aço. A qua...   leia mais

  • Aços-ferramenta

    São aços utilizados em operações de corte, formação, afiação ou quaisquer outras relacionadas com a modificação de um material para um formato utilizável. Estes aços se caracterizam por sua elevada dureza e resistência à abrasão geralmente associados à boa tenacidade e manutenção das propriedades de resistência mecânica em elevadas temperaturas. Es...   leia mais

  • Aços rápidos

    Aços empregados em ferramentas de usinagem mecânica para altas velocidadesde corte, estáveis a altas temperaturas por decorrência da estabilidade de seus carbetos de elementos de adição.

  • Aferição

    Conjunto de operações que estabelece, em condições específicas, a correspondência entre os valores indicados por um instrumento de medir ou por um instrumento de medição (ou mesmo por uma medida materializada) e os valores convencionais correspondentes da grandeza medida. O resultado de uma aferição permite determinar a diferença entre a indicação e o verdadeiro valor da grandeza medida.

  • AISI

    Sistema americano para a classificação dos aços (American Iron and Steel Institute). Na prática, o sistema de classificação mais adotado é o SAE-AISI. Nele, o aço carbono é identificado pelo grupo 1xxx.
    Os algarismos base para os vários aços-carbono e aços ligados e as porcentagens aproximadas dos elementos de liga mais significativos recebem classificaçã...   leia mais

  • Ajuste

    Operação destinada a fazer com que um instrumento de medir tenhaum funcionamento e justeza adequados à sua utilização. É uma operação que leva o instrumento de medição a um estado de desempenho ausente de tendências e adequado ao seu uso.

  • Alargamento

    Processo mecânico de usinagem destinado ao desbaste ou ao acabamento de furos cilíndricos ou cônicos com o auxílio de ferramentas geralmente multicortantes. Para tal, ou a peça ou a ferramenta gira deslocando-se numa trajetória retilínea. A ferramenta que tem por finalidade dar acabamento preciso em furos chama-se alargador.

  • alívio de tensões

    O alívio de tensões é um tratamento térmico onde o forno é aquecido a uma baixa temperatura, se relacionada à temperatura usada em processos de têmpera, esse processo visa eliminar tensões internas que causam a perda de ductilidade e tenacidade no material. Estas tensões podem ser provenientes de tratamentos de têmpera, conformação a frio, soldagem, usinagem, e outras operações de manufatura.

  • Alongamento

    Aumento do comprimento de um material submetido a um ensaio de tração.

  • Amperímetro

    Instrumento de medida da amplitude da corrente elétrica. Contrário ao processo de medição da tensão, a medição de uma corrente elétrica é feita de modo que a corrente percorra o instrumento (ligação em série). Um amperímetro ideal caracteriza-se pela capacidade de medir a corrente sem incorrer em qualquer queda de tensão entre os seus terminais. Em outras palavras, o amperímetro ideal não deve apresentar qualquer resistência à passagem de corrente.

  • Aplainamento

    Operação de usinagem cujo corte gera superfícies planas. O movimento de corte é apenas de translação. A peça se move enquanto a ferramenta permanece estática, ou vice-versa. Pode-se obter no aplainamento também superfícies perfiladas. A ferramenta empregada no processo chama-se plaina. No plainamento, arranca-se linearmente a limalha da superfície pla...   leia mais

  • Ar comprimido

    Ar sob compressão utilizado como fonte de energia para a realização de trabalho.
    As grandezas fundamentais do ar comprimido são sua pressão, temperatura e umidade. A energia no ar comprimido é devida principalmente à pressão que ele possui acima da pressão atmosférica, embora essa energia possa ser aumentada por aquecimento do ar depois da compre...   leia mais

  • Atuadores pneumáticos

    Elementos de um circuito pneumático que realizam trabalho. Convertem energia fluida em energia mecânica. O principal tipo de atuador pneumático é o atuador linear (cilindro).
    Os atuadores lineares são os elementos pneumáticos mais usados em automóveis, sendo de simples manutenção e fixação, possuem variedades em formas construtivas e a maioria são normalizados.

  • Austêmpera

    Tratamento isotérmico composto de aquecimento até a temperatura de austenitização, permanência nessa temperatura até completa homogeneização, resfriamento rápido até a faixa de formação da bainita e permanência nessa temperatura até completa transformação. Utiliza-se para peças que necessitam de alta tenacidade (efeito mola).

  • Austenitização

    Tratamento térmico para efetuar a dissolução do carbono no ferro CFC, formando assim a austenita.

  • Beneficiamento

    Tratamento térmico composto de têmpera seguida de revenido, em temperatura adequada, destinado a obtenção de maior tenacidade combinada com certas propriedades de resistência. Utiliza-se para peças e ferramentas que necessitem de uma boa confirmação de rigidez e tenacidade.

  • Bombas hidráulicas

    No circuito hidráulico, as bombas são equipamentos rotativos utilizados para converter energia mecânica em energia hidráulica (vazão) em fluidos pressurizados, podendo aumentar sua velocidade (energia cinética) com o objetivo de efetuar ou manter o deslocamento de um líquido por escoamento.
    A ação mecânica cria um vácuo parcial na entrada da...   leia mais

  • Boretação

    Tratamento termoquímico em que se promove enriquecimento superficial com boro. Utiliza-se para peças que necessitam de alta resistência à abrasão.

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta