Digitalização e inspeção de próteses cranianas visando a análise comparativa com o modelo matemático em STL

por: Elizeu Greber Filho, Felipe Cecato, José Foggiatto, Luan Ribeiro, Walter Luís Mikos

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

A cirurgia de Cranioplastia, muitas vezes, utiliza-se de um método manual para confeccionar próteses cranianas, prejudicando o processo e o resultado final para o paciente. O presente estudo visa a aplicação do controle de qualidade de próteses de cimento ósseo (baseado em poli(metacrilato de metila) – PMMA), confeccionadas com o auxílio de molde fabricado via manufatura aditiva (AM) em TPU (Termoplástico Poliuretano). O processo consiste em obter-se um modelo geométrico 3D a partir dos dados tomográficos do paciente para geração do contorno da falha craniana e da correção com a prótese e posterior modelagem do molde. Por meio deste, é feita a conformação da prótese em cimento ósseo. Neste processo deve-se assegurar a qualidade e o encaixe da prótese no contorno da falha, obtendo-se assim, um produto confiável para o médico, proporcionando melhor resultado para o paciente. A análise comparativa utilizou ferramentas de digitalização 3D e o programa de medição 3D GOM Inspect. Visando compensar a contração do material, aplicou-se 1% como fator de escala na fabricação do molde. Ao final da análise, verificou-se a viabilidade da aplicação do programa GOM Inspect, destacando seu uso na área biomédica.


Palavras chave

Acessar artigo completo



Comentários ()



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta