ANÁLISE DA INTEGRIDADE DE SUPERFÍCIE DO AÇO ENDURECIDO SAE 52100 APÓS RETIFICAÇÃO PLANA TANGENCIAL

por: Raphael Lima de Paiva, Rosemar Batista da Silva

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Uberlândia

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

A retificação é um processo de usinagem normalmente aplicado para conferir combinação de baixos desvios geométricos e dimensionais em peças previamente usinadas. No entanto, devido ao alto calor gerado durante o processo de retificação com rebolo convencional e ao fato de que a maior parte deste calor é conduzido para a peça, existe a possibilidade de geração de danos de origem térmica nas peças, o que pode levar ao descarte da mesma e causar prejuízos. Neste contexto, este trabalho tem como objetivo analisar a integridade da superfície do aço endurecido SAE 52100 após retificação plana tangencial com rebolo convencional de óxido de alumínio branco. Duas condições de atmosfera de corte foram utilizadas: condição a seco e com fluido de corte aplicado pela técnica convencional. A penetração de trabalho também foi variada: 10 µm e 30 µm. A integridade de superfície da peça foi analisada em termos de rugosidade (parâmetro Ra), microdureza abaixo da superfície retificada e imagens via microscopia óptica da superfície usinada. Como resultados foram obtidos baixos valores de rugosidade, independente das condições de atmosfera de corte e penetração de trabalho. Contudo, a aplicação de fluido de corte foi fundamental para amenizar tanto o dano térmico visível causado na peça devido ao processo de retificação, quanto na variação de dureza abaixo da superfície usinada.


Palavras chave

Acessar artigo completo




Comentários



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta