ANALISE EXPERIMENTAL DA RESISTÊNCIA DE ROSCAS M5 EM COMPÓSITOS REFORÇADOS EM FIBRA DE CARBONO

por: Samuel Freitas, Kathlen Fazzion, Waslley Coelho, Lincoln Brandão, Jessica Vieira, Thiago Castro Freitas

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Federal de São João del Rei, Universidade Federal de São João del Rei, Universidade Federal de São João del Rei, Universidade Federal de São João del Rei, Universidade Federal de São João del Rei, Universidade Federal de São João del Rei

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

Este estudo tem como objetivo investigar experimentalmente o processo de rosqueamento utilizando amostras de CFRP, todos os experimentos foram realizados usando um fatorial completo no processo de rosqueamento analisando ferramentas com revestimento, sistemas de compensação axial e velocidade de corte. Além disso, a qualidade do perfil das roscas foi verificada e a resistência das roscas ao torque foi analisada para dar uma ideia melhor sobre o processo de rosqueamento em CFRP. A resistência ao torque do perfil de rosca em CFRP variou entre 8 N.m e 10 N.m e a análise estatística apresenta a influência da velocidade de corte 15 m/min é 31, 06% menor que 5 m/min e a ferramenta revestida é 36,2% menor que a ferramenta não revestida. Além disso, a resistência do perfil de rosca é melhor quando se utiliza a maior velocidade e a compensação axial flutuante. Com base no perfil básico de rosca métrica ISO, toda a formação de roscas em CFRP foi qualificada e o sistema de compensações mostra uma importância notável.


Palavras chave

Acessar artigo completo



Comentários ()



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta