Investigação do Desgaste de Ferramenta em Microfresamento de Topo de Aço Ferramenta H13

por: Cínthia Soares Manso, Erik del Conte, Cleiton Assis

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Federal do ABC, Universidade Federal do ABC, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

No processo de microfresamento, o desgaste acerado e quebra prematura de ferramentas configuram um problema que afeta os custos e qualidade da usinagem. Este trabalho investiga o efeito da taxa de avanço por dente e do comprimento de corte na microusinagem a seco do aço ferramenta H13 (X40CrMoV5-1). A taxa de rotação do spindle foi mantida constante (27200 rpm) bem como a profundidade de corte (30 µm) e dois níveis de avanço foram aplicados (1,5 e 3,0 µm), e três comprimentos de corte (316, 632 e 948 mm). O desgaste foi medido no topo da ferramenta baseado em uma metodologia proposta de mensuração da área de desgaste observada em imagens obtidas por microscopia eletrônica de varredura.Um modelo de regressão linear é proposto para prever o desgaste nas condições de usinagem estudadas. Um balanceamento entre os parâmetros de corte e o comprimento de corte deve ser realizado levando em consideração o desgaste de ferramenta em ordem de manter requisitos de qualidade e geometria da usinagem.


Palavras chave

Acessar artigo completo




Comentários



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta