Otimização da rugosidade no fresamento do aço AISI P20 aplicando a razão sinal-ruído de Taguchi

por: Étory Madrilles Arruda, João Roberto Ferreira, Guilherme Brandão, Lincoln Brandão

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Federal de Itajubá, Universidade Federal de Itajubá, Universidade Federal de São João del Rei, Universidade Federal de São João del Rei

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

Moldes e matrizes são fabricados em aços de elevada dureza, apresentando geometrias complexas e específicas baseadas no perfil do produto. No fresamento, dependendo da estratégia de corte utilizada, diferentes acabamentos são gerados e podem não corresponder ao acabamento desejado. O objetivo deste trabalho consistiu na otimização da rugosidade no fresamento do aço AISI P20 aplicando a razão Sinal-Ruído de Taguchi. Os experimentos de fresamento foram realizados com ferramentas de topo esférico com substrato de metal duro e revestimento de TiAlN. O avanço por dente, a profundidade radial de corte e o ângulo de inclinação da superfície usinada foram utilizados como variáveis de controle. A rugosidade dos corpos de prova, medida na direção de avanço da ferramenta, através do parâmetro Rz, foi analisada como resposta. Assim, pôde-se verificar que o avanço por dente e a profundidade radial de corte apresentaram influência estatisticamente significativa sobre a rugosidade. Verificou-se também que o ângulo de inclinação da superfície usinada apresentou interações estatisticamente significativas com o avanço por dente e com a profundidade radial de corte. Pode-se concluir que a variável de controle mais influente sobre a rugosidade foi o avanço por dente, contribuindo com 53,2% na variação da média da rugosidade.


Palavras chave

Acessar artigo completo



Comentários ()



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta