USO DO ECAP NO CONDICIONAMENTO MICROESTRUTURAL DA LIGA DE ALUMÍNIO 355 PARA A TIXOCONFORMAÇÃO

por: Alexandre Gregolin, Christiano Araujo Facchini, Eugênio Zoqui

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Estadual de Campinas, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Universidade Estadual de Campinas

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

O propósito deste estudo é analisar o uso do ECAP (Equal Channel Angular Pressing) no preparo prévio da liga de alumínio 355 (Al-5wt%Si-1wt%Cu-0,6wt%Fe-0,4wt%Mg) para uso posterior em processos de conformação no estado semissólido, notadamente a tixoconformação. Este tipo de processamento implica em conformar uma massa constituída por grãos refinados dispersos em meio líquido. Ligas com este teor de silício não são adequadas ao refino químico. Desta forma o trabalho analisa o efeito da deformação severa sobre o refino dos grãos e a posterior evolução e estabilidade morfológica da microestrutura quando o material é aquecido ao estado pastoso. A liga 355 foi reaquecia até a temperatura de 595°C, suficiente para se produzir 55% de fração líquida, condição ideal para o processamento e resfriada após diversos tempos de tratamento. Nesta condição obtém-se uma estrutura globular refinada, com tamanho de grão próximo à 75µm, tamanho de glóbulo de 55µm e alta esfericidade (cerca de 0,66), parâmetros estes essenciais ao processamento. A expectativa é gerar comportamento reológico caracterizado pela baixa viscosidade, o suficiente a proporcionar excelente preenchimento de moldes e cavidades, com redução do número de defeitos na peça, especialmente porosidade, com consequente excelentes propriedades mecânicas.


Palavras chave

Acessar artigo completo



Comentários ()



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta