AVALIAÇÃO DA NITRETAÇÃO A PLASMA EM BAIXAS TEMPERATURAS NA RESISTÊNCIA À CORROSÃO DO AÇO INOXIDÁVEL DUPLEX UNS S32205

por: ORIANA PALMA, YAMID NUNEZ, Jomar Ribeiro, Paulo César Borges

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

EEste trabalho tem como objetivo avaliar o efeito da secção longitudinal e transversal de barras laminadas do aço duplex UNS S32205 na resistência à corrosão após o tratamento de nitretação a plasma nas condições de 380 °C por 10h e mistura de gases de 75% H2 –25% N2. Após nitretação verificou-se através da microscopia óptica a presença de uma camada nitretada de espessura de 4,5 µm para ambas configurações. Caraterizações mediante difração de raios-X permitiram identificar a formação da fase austenita expandida na superfície do aço tratado. As amostras nitretadas apresentaram maior rugosidade quando comparadas com as amostras no estado de fornecimento (EF). Em relação à corrosão em solução de NaCl (3,5%) foi observado que as curvas de polarização cíclica do aço no EF possuem um potencial de corrosão mais nobre. Enquanto para as amostras nitretadas, foi observado menores valores de densidade de corrente e consequentemente menor taxa de corrosão, além de apresentarem maior potencial de nucleação de pites, maior potencial de repassivação e menor área de histereses, o que indica o seu melhor desempenho frente à corrosão localizada. As duas condições de orientações de grãos não promoveram diferenças nos resultados de rugosidade e nem na resistência à corrosão.


Palavras chave

Acessar artigo completo




Comentários



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta