RESISTÊNCIA AO DESGASTE POR ENSAIO ESFERA-SOBRE-PLANO NO AÇO ASTM M2 NITRETADO A PLASMA PELOS MÉTODOS TRADICIONAL E COM TELA ATIVA

por: Leonardo Fonseca Oliveira, Alexandre da Silva Rocha

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

O aço ASTM M2 é um aço utilizado na fabricação de ferramentas que são submetidas a desgaste tribológico intenso. Para reduzir este desgaste são aplicados tratamentos termoquímicos como a nitretação a plasma, com o objetivo de melhorar as propriedades superficiais e proporcionar aumento de vida das ferramentas. A nitretação a plasma com tela ativa é um método de nitretação que vem sido desenvolvido para evitar problemas intrínsecos da nitretação a plasma tradicional. Neste estudo, foram conduzidos tratamentos com ambos os métodos de nitretação a plasma com o objetivo de comparar o comportamento em desgaste das amostras nitretadas. Os tratamentos foram executados com mistura gasosa composta 76% N2 e 24% H2, pressão de 3 mbar e temperatura de 500 °C durante 4 e 8 horas. As amostras foram avaliadas por metalografia ótica, perfil de microdureza e através de ensaios tribológicos esfera-sobre-plano recíprocos. Os parâmetros de nitretação selecionados resultaram, nos tratamentos tradicionais, a formação de uma camada nitretada mais profunda, com presença de camada branca frágil com reduzida resistência ao desgaste, nos tratamentos com tela ativa a formação da camada branca foi evitada, aumentando a resistência ao desgaste.


Palavras chave

Acessar artigo completo




Comentários



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta