ESTUDO DA INFLUÊNCIA DO TRATAMENTO TÉRMICO NA CONDUTIVIDADE TÉRMICA DO LATÃO C-360

por: Julio Cezar Pedrosa da Silva, Adriel de Deus Carvalho, Manoel Ivany Queiroz Júnior, Daniel Rosa, Vinicius Carvalhaes

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade de Brasília, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Universidade de Brasília, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

Seladoras são máquinas que realizam a selagem de embalagens plásticas, o selamento é feito com o uso de eletrodos de latão que são aquecidos por resistências elétricas. Durante o processo de selagem é fornecido energia elétrica para conversão em calor para as barras de latão realizarem o processo. Propôs-se realizar tratamentos térmicos em amostras de latão C-360 e de estudar a influência dos mesmos na condutividade térmica. Após as amostras serem submetidas aos tratamentos térmicos, foram analisados seus valores de condutividade para verificar se alguma das amostras aumentou seu valor de condutividade térmica em relação à peça original e analisar as durezas. Com os resultados obtidos conclui-se que os tratamentos térmicos não influenciaram de forma significativa na condutividade. Amostras temperadas à água tiveram um pequeno aumento na condutividade, porém redução na dureza, já amostras submetidas ao recozimento e homogeneização não tiveram aumento quando comparadas entre si. Em geral, as submetidas à homogeneização tiveram diminuição de dureza e pequeno aumento em sua condutividade térmica, o que permitirá pequena melhora no fluxo de calor, com isso pequena redução no consumo de energia elétrica, com dureza menor resulta em redução no desgaste superficial do latão por conta do atrito com a embalagem.


Palavras chave

Acessar artigo completo



Comentários ()



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta