Transferencia de calor e migração de umidade em solos que envolvem cabos de potencia aterrados

por Ligia Silva Damasceno Ferreira

Enviar e-mail para o autor


Orientadores: Prata, A. T. (Alvaro Toubes).

Páginas: 187

Idioma: Portugues

Notas:

Orientador: Alvaro Toubes Prata. Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico. Bibliografia: f. 179-185.




Resumo

A passagem de corrente elétrica em cabos de potência aterrados gera calor que necessita ser dissipado pelo meio que o envolve sob pena de danificá-lo por superaquecimento. O gradiente térmico induz o movimento de umidade, na forma de vapor, para longe do cabo, diminuindo consideravelmente a condutividade térmica do solo junto ao cabo. Assim, o solo que deveria ser um dissipador de energia, passa a atuar como um isolante térmico. Neste contexto situa-se a principal motivação deste trabalho de formular e prever os processos de secagem que ocorrem nos solos e que tem um papel fundamental no projeto destes cabos. O modelo de Philip e de Vries para a transferência simultânea de calor e massa em meios porosos não saturados é utilizado para descrever o fenômeno. Neste modelo, os fluxos de vapor e liquído são escritos em termos de difusividades associadas a gradientes de temperatura e gradientes de conteúdo de umidade.

Enviar e-mail para o autor



Comentários ()



Veja outros trabalhos acadêmicos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta