Indústrias Romi registra prejuízo de R$ 4,1 milhões no 4º trimestre

Indústrias Romi registra prejuízo de R$ 4,1 milhões no 4º trimestre

 

A Indústrias Romi divulgou ontem (6) seu resultado trimestral, registrando prejuízo líquido de R$ 4,135 milhões, valor melhor que os R$ 17,219 milhões negativos apresentados no quarto trimestre de 2011. A receita operacional líquida da companhia foi de R$ 200,194 milhões, 31% a mais do que no mesmo período do ano anterior.
 
Apesar do cenário econômico mundial ter sido ruim a maior parte do ano, com a continuação da crise na Europa e a desaceleração econômica em diversos países, algumas medidas tomadas pelo governo brasileiro para blindar o país da conjuntura global beneficiaram as Indústrias Romi. 
 
Por exemplo, a companhia, que espera uma retomada de inventimentos na economia brasileira (leia mais aqui), diz ter economizado aproximadamente R$ 2,5 milhões em gastos com salários no quarto trimestre, compensando parte dos aumentos gerados pelo acordo coletivo que a empresa fez com seus colaboradores em novembro de 2012.
 
A redução de juros também ajudou a companhia, uma vez que a demanda por máquinas industriais aumentou no último trimestre, com o número de pedidos de máquinas aumentando 35,5%, para R$ 204,220 milhões. O resultado, porém, não conseguiu superar a queda no número de pedidos ao longo do ano, com baixa performance da indústria nacional.
 
O Ebitda (Lucro antes de impostos, taxas, depreciação e amortização) da companhia aumentou para R$ 9,825 milhões, ante déficit de R$ 12,042 milhões registrados em 2011. Já a margem Ebitda (Ebitda/Receita líquida) da empresa ficou em 4,9% no período, bem melhor que os 7,9% negativos do ano passado.
 
Por Carolina Gasparini/ InfoMoney
 



Comentários