Pré-sal potencializa exportação

Brasil pode exportar 1,5 milhão de barris diários de petróleo em 10 anos.

O Brasil estará em condições de exportar 1,5 milhão de barris de petróleo diários daqui a uma década, disse nesta quinta-feira (17) Magda Chambriard, diretora da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

O país conseguirá multiplicar sua produção graças às milionárias reservas descobertas nos últimos anos a cerca de 6 km abaixo do assoalho marinho, conhecidas como "pré-sal", disse.
 
"Se tudo acontecer conforme o planejado e conforme o desenvolvimento pretendido com o pré-sal, nos próximos 10 anos seremos capazes de exportar 1,5 milhão de barris por dia", disse a diretora, segundo declarações reproduzidas pela Agência Brasil (estatal).
 
Esses números colocariam o Brasil ao lado de grandes exportadores como a Noruega, acrescentou Chambriard. Graças a suas gigantescas reservas em águas ultraprofundas, o Brasil espera elevar sua produção a cinco milhões de barris diários.
 
Petrobras
E parece que todo o setor está em expansão. A Petrobras atingiu, neste mês, recorde de processamento de petróleo nas suas refinarias. A carga refinada foi de 2,111 milhões de barris, volume cerca de 10 mil barris/dia superior ao recorde anterior, ocorrido em 12 de agosto de 2012. 
 
A marca foi alcançada respeitando as diretrizes de confiabilidade operacional das instalações, bem como os princípios de Segurança, Meio Ambiente e Saúde. O resultado atingido contribui para a redução da importação de derivados.

 

Tópicos:



Comentários