Gerdau: demanda mundial de aço deverá crescer 5,9% em 2007 e 6,1% em 2008

Fonte: InfoMoney - 11/06/07

De acordo com as estimativas da Gerdau, o crescimento da demanda mundial de aço deverá ficar em torno de 5,9% em 2007 e 6,1% em 2008, incentivada, principalmente, pela China.

A companhia acredita que a demanda chinesa manterá sua tendência de crescimento e ficará em torno de 13,0% em 2007 e 10,1% em 2008. Desta forma, os analistas da Coinvalores apontam que, mesmo com a expectativa de leve redução na atividade econômica dos EUA, a China manterá a demanda por aço em nível elevado.

Ademais, a corretora acredita que a forte capitalização das empresas de construção no país, combinada com o cenário de juros cadentes, deverá manter o setor de construção civil em crescimento nos próximos anos, beneficiando os fornecedores de aços longos no mercado doméstico, como a Gerdau.

Pontos positivos e negativos
A Coinvalores aponta a valorização do real frente ao dólar - que prejudica a rentabilidade dos investimentos da Gerdau no exterior - e a volatilidade no preço das matérias-primas como pontos negativos da companhia.

No entanto, a instituição destaca os juros em tendência de queda - que impulsiona a venda de imóveis -, a sólida situação financeira e o tag along de 100% para as ações ordinárias e preferenciais da Gerdau como pontos positivos.

Sendo assim, diante de uma excelente situação financeira e boas perspectivas para o setor, os analistas da Coinvalores recomendam a compra dos papéis preferenciais da Gerdau, com um preço-alvo de R$ 59,00, para dezembro de 2007, que corresponde a um upside de cerca de 30%.
Tópicos:
     



Comentários