Desoneração da folha alcançará toda a indústria até 2014, diz Pimentel

Ministro propõe meta durante seminário na França

 

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, disse na quarta-feira (12) em Paris que o governo brasileiro deve reduzir o imposto sobre a folha de pagamento de toda a indústria de transformação até 2014. As declarações foram dadas em palestra a empresários franceses na abertura do seminário Brasil-França: Desafios e Oportunidades de Uma Parceria Estratégica.
 
Atualmente, 45 setores da economia estão contemplados com o benefício da desoneração da folha de pagamento. Para 20, o benefício foi concedido no primeiro semestre de 2012 e já está em vigor. Para os 25 setores restantes, passa a valer a partir de janeiro de 2013. 
 
A desoneração da folha consiste na substituição da contribuição de 20% ao INSS por um desconto sobre o faturamento das empresas. A medida foi adotada como forma de estímulo à economia e implicará em renúncia fiscal de R$ 60 bilhões na arrecadação dos próximos quatro anos. 
 
Segundo o MDIC, Pimentel disse ainda que o governo trabalha para modernizar a estrutura de impostos do Brasil. De acordo com as declarações do ministro, as alterações no sistema tributário são um dos desafios de longo prazo a serem enfrentados pelo Brasil.
 



Comentários