Engenheiros projetam 1º carro supersônico do mundo

O carro chegará a 1.609 km/h, ultrapassando o recorde atual de 1.227 km/h.


Continua depois da publicidade


Lançado pelo Ministério Britânico de Ciência e Inovação, o Projeto Bloodhound pretende criar um novo recorde mundial de velocidade e inspirar futuros engenheiros. O projeto, pioneiro, foi criado visando desenvolver um carro supersônico para superar o atual recorde mundial de velocidade, elevando os atuais 1.227 km/h para 1.609 km/h. Simultaneamente, este projeto também visa aumentar a popularidade dos estudos de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, dando ênfase para sua importância.

Na realidade, o projeto já existe desde 2008 e a previsão é que estivesse pronto em 2011, porém engenheiros da Parker e especialistas no assunto seguem trabalhando na engenharia do Projeto Bloodhound. Eles buscam desenvolver uma série de equipamentos específicos para os testes, que irão fornecer dados essenciais para a evolução subseqüente dos freios hidráulicos a ar e controle dos aerofólios situados sobre as rodas dianteiras para manter a estabilidade aerodinâmica. 
 
Isso permitirá a obtenção de uma resposta valiosa sobre como o protótipo se comporta fora de seu ambiente usual e sob condições extremas. A Parker também irá fornecer pacotes de soluções hidráulicas e outros sistemas especiais que serão utilizados durante os testes e durante a tentativa de quebra do recorde mundial, que acontecerá em 2013, no Haskeen Pain, em Northern Cape, África do Sul.
 
O desing do carro está sendo desenvolvido a partir de uma tecnologia chamada cutting edge, que inclui o motor Euro Jet EJ200 (utilizado como fonte de energia do jato Typhoon Eurofighter), para acelerar o veículo até 420 km/h, e um sistema de foguete Falcon, que impulsiona o modelo em até 1.220 km/h.
 
 
Localizado no centro do veículo está um motor de F1 de 800 CV, que gera potência para as funções auxiliares do carro, incluindo sistema hidráulico, partida do motor EJ200 e alimentação do foguete Falcon. Combinados, esses sistemas geram impressionantes 135.000 CV, permitindo ao veículo acelerar de zero a 1.000 milhas por hora (1.609 km/h) em apenas 42 segundos. O carro mede 12,8 metros e deverá pesar quase sete toneladas quando abastecido. O desing do projeto está sendo desenvolvido na cidade de Bristol, no sul da Inglaterra.
 
Para conhecer um pouco mais sobre o Projeto Bloodhound, assista ao vídeo abaixo:
 
 

 
 



Comentários