Cresce demanda por engenheiros especializados no Brasil

Fonte : Secco Consultoria - 11/06/07

A decisão de diversas montadoras de veículos e fabricantes de autopeças de instalar no Brasil suas bases mundiais de desenvolvimento fez aumentar consideravelmente a demanda por engenheiros especializados. Somente este ano, algumas dessas montadoras deverão contratar mais de 500 profissionais exclusivamente para atender novos projetos.

O prestígio da engenharia brasileira nas sedes mundiais é muito grande e a "exportação" de mão-de-obra nacional alcança um nível elevado e vem se desenvolvendo a cada ano. Várias montadoras estão utilizando profissionais brasileiros em suas operações nos mais diferentes lugares, da Ásia à América do Norte. Um exemplo disso é que o engenheiro-chefe do programa de desenvolvimento da nova versão do Focus para os mercados norte-americano e canadense é brasileiro.

Com a contínua elevação dos padrões internacionais de qualidade, o mercado exige, cada vez mais, profissionais altamente capacitados. São necessários anos de especialização para o aperfeiçoamento técnico e essa exigência tem aumentado a procura por congressos, seminários e colóquios, pela oportunidade de adquirir novos conhecimentos e trocar experiências com especialistas da área.

Seminários e colóquios disseminam conhecimento


Segundo Zomar Oliveira, presidente da comissão organizadora do 8º. Colloquium Internacional SAE BRASIL de Freios & Mostra de Engenharia este tipo de evento conta, a cada ano, com maior participação de empresas e profissionais, não só do Brasil, mas de diversos países, da Europa à Ásia. "O nosso profissional tem conhecimento dessa realidade e busca ampliar sua capacitação, pois a "exportação" de mão-de-obra engenheira brasileira alcança um nível elevado e vem se desenvolvendo a cada ano. Estamos exportando inclusive tecnologia, que vão desde o design à eletrônica embarcada, passando por softwares de última geração", explica o executivo.

Para o diretor regional da SAE BRASIL – Seção Caxias do Sul, Cesar A. Pissetti, o crescimento da produção brasileira de veículos automotores nos últimos anos e o avanço tecnológico de toda a cadeia produtiva local também têm contribuído para a maior importância dos seminários, congressos e colóquios. "Passamos também a promover, entre os Colloquiums de Freios e Suspensões, eventos específicos que atendam as necessidades locais, tamanha é a necessidade do mercado por profissionais qualificados não somente nos grandes centros. Com a globalização, passa a ser fundamental levar o conhecimento internacional também aos diversos pólos produtivos nacionais", acrescenta Pissetti.

Em sua oitava edição, o Colloquium Internacional SAE BRASIL de Freios & Mostra de Engenharia, acontece na cidade de Gramado (RS), nos dias 10 e 11 de maio, e é o mais importante evento do segmento fora dos Estados Unidos e um dos três principais do mundo. Realizado pela SAE BRASIL - Seção Caxias do Sul, reúne especialistas, expositores, profissionais e estudantes da área de freios. Este ano, participam 40 empresas de oito países da América do Norte, América Latina, Europa, Ásia e Oceania, onde serão apresentados 20 trabalhos técnicos desenvolvidos por profissionais do setor e um painel que abordará a utilização do ABS no Brasil. Paralelamente ao colóquio é realizada a Mostra de Engenharia, que terá mais de 60 expositores e apresentarão as principais novidades em componentes para os sistemas de freios.

Segundo a organização do 8º Colloquium Internacional SAE BRASIL de Freios & Mostra de Engenharia, são esperados mais de 400 participantes. Realizado a cada dois anos, o Colloquium tem o patrocínio de empresas como a Caminhões Volkswagen, Ingepal, Master, Pirelli, Schaeffler Group, SIGroup Crios, Tomé e Usiminas e será realizado no Centro de Convenções do Hotel Serrano (Avenida das Hortências, 1.480, em Gramado). Mais informações pelo site www.brakecolloquium.com.br
Tópicos:



Comentários