Pesquisadores desenvolvem moto a jato que deve atingir 680 km/h

Computador de 12 núcleos trabalhou durante três meses na análise aerodinâmica do design do veículo.

Pesquisadores da Universidade de Huddersfield, no Reino Unido, revelaram que trabalharam junto ao inventor britânico Richard Brown no desenvolvimento de uma motocicleta capaz de ultrapassar a velocidade de 680 km/h. Brown, que já deteve o controvertido recorde mundial de velocidade em duas rodas, pretende recuperar seu título chegando aos 680 km/h - sua marca anterior foi de 587 km/h.

O objetivo do trabalho é aprimorar as características presentes em uma máquina batizada como Jet Reaction, que utiliza um motor de helicóptero modificado para atingir velocidades extremas.
 
Entre os desafios encontrados pelos cientistas está a missão de descobrir como uma motocicleta se comportaria após atingir uma velocidade tão alta. Para chegar a uma conclusão, o time comandado pelo professor Rakesh Mishra realizou uma série de testes aerodinâmicos capaz de definir qual a forma ideal que o veículo deveria ter para manter seu piloto protegido.
 
 
Resultados animadores
Ao todo, foram gastos mais de três meses no desenvolvimento de uma análise detalhada do dispositivo. A tarefa foi realizada por um poderoso computador com 12 núcleos de processamento, que trabalhou durante centenas de horas calculando a maneira como o ar interage com objetos que se movem de maneira extremamente rápida.
 
“O objetivo principal do relatório foi analisar os efeitos aerodinâmicos que acontecem no Jet Reaction conforme ele atinge velocidades superiores a 680 km/h. Esse trabalho excelente mostrou que o design do veículo estava correto, o que vai permitir prosseguir com as próximas etapas de sua fabricação”, declarou Taimoor Asim, especialista em dinâmica de fluídos que ajudou no desenvolvimento do projeto.
 
A data e o local do teste ainda não estão definidos. A "pista" deverá ser o leito seco de um lago. Bonneville e Verneukpan, na África do Sul, são os mais cotados.
 
No vídeo [em inglês] abaixo, Taimoor Asim, especialista em dinâmica de fluídos e um dos desenvolvedores do projeto, explica mais sobre o Jet Reaction.  
 
 
 



Comentários