Mineração deve movimentar R$ 2,5 bi no mercado brasileiro de MRO

De acordo com dados da Grainger, a indústria de mineração deve investir US$ 64,8 milhões no Brasil até 2015

 

A indústria de mineração deverá investir US$ 64,8 bilhões no Brasil até 2015, segundo levantamento realizado com base em informações divulgadas pelo setor, e compiladas pela Grainger. Estes investimentos, na estimativa da empresa, deverão representar um forte impulso às vendas do setor de MRO, podendo alcançar US$ 2,5 bilhões de demanda adicional no prazo de três anos.
 
“O mercado de MRO hoje oferece cerca de 19 milhões de produtos por ano para a indústria de mineração. Isso representa apenas 1,9% do que identificamos como potencial para o setor. Ou seja: há uma grande fatia de mercado disponível para atuação”, diz Ernani A. Araujo, presidente da Grainger Brasil.
 
A Grainger se instalou no Brasil em abril, com a aquisição da AnFreixo,  empresa que pertencia ao Grupo Votorantim, com o objetivo de aproveitar o grande potencial de negócios na área de MRO no País, em setores como o de mineração, no qual o aumento da produção elevará as exportações e terá impacto na geração de emprego e na renda no setor.
 
A expansão do setor mineral também vem sendo acompanhada pela Grainger em outros países. Entre 2006 e 2008, foram investidos US$ 33,6 bilhões em mineração e transformação mineral no mundo, e até 2015 esse número deverá subir para US$ 252 bilhões, o que culminaria também em um grande aumento de empregos e incremento da demanda por produtos de MRO.
 
“As projeções são muito atraentes no setor de mineração, não só no Brasil como no mundo. E para atender a demanda que deve crescer, a Grainger vai continuar investindo”, finaliza Araújo.
Tópicos:
              



Comentários