Embrapa e Abimaq assinam acordo para criação do Portal África

O interesse mútuo dos países africanos em relação à tecnologia agrícola e o desejo brasileiro de ampliar sua participação no continente cresce a cada ano. Para impulsionar ainda mais os negócios entre Brasil e África, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA), da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), assinaram, no dia 08 de março (quinta-feira) na sede da Abimaq, em São Paulo, acordo de cooperação técnica para a construção do Portal África. Estiveram presentes na solenidade os presidentes da Embrapa, Pedro Arraes; da Abimaq, Luiz Aubert Neto e da CSMIA/Abimaq, celso Casale.

O Portal África conterá informações socioeconômicas sobre o Brasil e os países africanos e estará ligado, em tempo real, ao banco de dados da Embrapa e Abimaq. O conteúdo dará oportunidade, aos produtores africanos, de conhecer tecnologias agrícolas e equipamentos voltados para a agricultura tropical.

Entre as inúmeras tecnologias da Embrapa aptas a serem utilizadas por produtores rurais em vários países da África estão os sistemas de produção de coco e de caju e o plantio direto. Conhecimentos sobre irrigação, colheita e armazenagem também poderão ser acessados no portal. Um amplo catálogo de produtos, voltados para o mercado africano, será disponibilizado pela indústria brasileira de máquinas e implementos agrícolas. O maquinário oferecido pelos fabricantes associados à CSMIA/Abimaq dará suporte às tecnologias da Embrapa.

“Com o acesso às tecnologias e equipamentos brasileiros, propiciado pelo Portal África, haverá a possibilidade de crescimento do desempenho da agricultura no continente africano”, afirmou o presidente da Embrapa, Pedro Arraes.

O presidente da CSMIA-Abimaq, Celso Casale, por sua vez, disse que o continente africano oferece amplas oportunidades de negócios para a indústria brasileira de máquinas e implementos agrícolas e que o setor está atento a elas. "As máquinas e implementos agrícolas fabricados no Brasil e as tecnologias pioneiras desenvolvidas pela Embrapa podem contribuir fortemente para o desenvolvimento da agricultura na África e reforçar os laços entre o Brasil e aquele continente", ressaltou.

Iniciativas como essa, de acordo com o presidente da Abimaq, Luiz Aubert Neto, aumentam as possibilidades de negócios entre os países e contribuem para o fortalecimento do setor de máquinas e equipamentos.

O Fórum para Pesquisa Agrícola na África (FARA), entidade africana que reúne organizações de pesquisa de vários países do continente, apoiará essa iniciativa inédita validando os conteúdos oferecidos e divulgando o portal nos países africanos.

Tópicos:
  



Comentários