Scania amplia rede de distribuição de peças no Brasil

A fabricante sueca de caminhões Scania anunciou nesta quarta-feira (22) que vai construir um centro de distribuição na cidade de Vinhedo (SP), expandindo a capacidade em 60% no país.

O centro se adiciona a uma central logística na Europa que vinha atendendo concessionárias europeias e armazéns regionais de peças que fornecem para lojas no restante do mundo, informou a companhia em comunicado à imprensa.A expectativa da montadora é que o projeto seja concluído no primeiro trimestre de 2013.

Além da construção do centro em Vinhedo, que vai assumir as funções de distribuição de peças da fábrica em São Bernardo do Campo (SP) e ocupar 16 mil metros quadrados, a Scania vai ampliar a central na Europa. O investimento total nos dois centros será 400 milhões de coroas suecas (cerca de 60 milhões de dólares).

A criação do centro de distribuição no Brasil ocorre depois que a Scania abriu um centro regional em Cingapura, em 2011.

A montadora também aposta em uma maior participação no segmento de semipesados. “Em 2011, a Scania procurou entender o perfil de compra do segmento, formou equipes de vendas e analisou a melhor forma de operar”, afirma Roberto Leoncini, diretor-geral da Scania Brasil. “A partir de agora, a marca já tem um desenho mais claro de como deve atuar.”

Brasil se mantém como principal mercado da Scania
Pelo terceiro ano consecutivo, a Scania Brasil aparece como o principal mercado da companhia no mundo. O país foi responsável pela venda de 13.011 caminhões pesados, 424 semipesados, 1.652 ônibus e 2.515 motores.

O principal destaque ficou com o segmento de ônibus, que registrou crescimento de 83% em relação a 2010. No segmento de caminhões, os modelos mais comercializados foram o G420, com 5.200 unidades, e o P340, com 2.822 unidades. No início do mês, a Scania afirmou que estima estabilidade de vendas de caminhões no Brasil em 2012, depois do recorde alcançado em 2011.

Tópicos:



Comentários