Gerador eólico 100% catarinense

Fonte: Energéticas (www.power.inf.br) - 11/02/07

Um projeto pioneiro em Santa Catarina, que pretende atender às necessidades de energia elétrica em pequenas localidades, já está em fase de testes no Estado. O equipamento eólico gerador de energia elétrica foi instalado há poucas semanas na Lagoa do Faxinal, em Içara, Sul do Estado, e tem chamado atenção pela economia.

A matriz energética da Eletrobras projetou para os próximos 10 anos pelo menos 20% de geração elétrica a partir do vento. Entretanto, todos os equipamentos em funcionamento no Brasil são de tecnologia importada (Estados Unidos, Holanda, China, Alemanha e Austrália - referência no setor).

Engajados em desenvolver um produto nacional, há cerca de dois anos a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), através da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu), e a Assessoria para Projetos Especiais (APPE) projetam o gerador eólico.

O Projeto Ventus tem a participação de quatro empresas catarinenses fornecedoras das peças: Weg (gerador), Almeida & Justi (pás), Rio Deserto (nacele) e Milano (torre e mecânica). O protótipo é mantido sobre uma torre de 25 metros de altura e composto por hélices de oito metros de comprimento e geradores. A instalação completa custou R$ 160 mil, valor 2,5 vezes menor que o dos equipamento importados.

Aparelho é ecologicamente correto e também rentável - Atualmente, o protótipo está instalado numa colina, ao lado do pomar da empresa Rio Deserto. Ele abastece uma casa e gera energia para máquinas seletoras de laranja num galpão e ainda sobra energia.

- O conjunto de geradores produz energia local, sem lançar a força no sistema nacional, por isso é toda aproveitada. O equipamento é rentável para pequenas comunidades. O melhor é que não utiliza cabos, pois pode-se levar o aparelho onde for, sem transpor rios ou atravessar matas. É ecologicamente correto - diz o vice-presidente regional da Fiesc, Guido Búrigo.




Comentários