Neobus faz sua estreia no mercado do Rio de Janeiro

A Neobus, de Caxias do Sul, escolheu a cidade de Três Rio, (RJ) para a construção de sua nova fábrica de ônibus. Com investimento de R$ 90 milhões a encarroçadora gaúcha reativará uma antiga unidade fabril para, inicialmente, produzir 13 ônibus/dia e empregar 1,2 mil pessoas.

Localizada na Região Centro-Sul Fluminense, na divisa com o estado de Minas Gerais, a cidade de Três Rios já se destacou no passado como polo automotivo e ferroviário. Uma de suas principais empresas era a Companhia Industrial Santa Matilde, fabricante de automóveis, vagões ferroviários e tratores. Para atrair a Neobus, a prefeitura e o governo fluminense concederam benefícios tributários.

A empresa de Caxias do Sul produzirá ônibus urbanos e micro-ônibus. Inicialmente o modelo Mega convencional, com capacidade para transportar até 90 passageiros, e o Iveco Cityclass, nas versões escolar, fretamento, turismo e executivo, que levam de 19 a 41 passageiros.

De acordo com Edson Tomiello, presidente da Neobus, a empresa está se preparando para demandas provenientes da Copa do Mundo e Olimpíadas. Além disso, tem no Rio de Janeiro o seu principal mercado consumidor, especialmente de micro-ônibus.

Também assegurou que o investimento no Rio de Janeiro não terá influências negativas em Caxias do Sul. Segundo ele, os 2,1 mil empregos locais serão mantidos e haverá aportes na unidade para atender às demandas da produção da nova linha de rodoviários que será lançada no segundo semestre, bem como a montagem dos veículos prontos em sociedade com a Navistar, anunciada na semana passada.

O governo do Estado aproveitou o anúncio do investimento para confirmar que estendeu a ajuda fiscal dada à Neobus para a Ciferal, controlada da Marcopolo, com fábrica em Duque de Caxias. O objetivo é fazer com que os componentes sejam adquiridos no mercado do Rio de Janeiro. A fábrica da Neobus deve entrar em operação no início do segundo semestre deste ano.

A Prefeitura de Três Rios também investiu, em parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado, na construção de um Centro Vocacional Tecnológico, que será inaugurado em 30 de março. A escola está preparada para formar 2,4 mil pessoas por ano em 16 cursos técnicos para atender demandas da Neobus e do polo automotivo de Resende e Areal, distante em torno de 100 quilômetros do município.

Tópicos:
  



Comentários