Lupatech mantém venda de ativos para reforçar caixa

A Lupatech aumentou seu capital em R$ 700 milhões e incorporou da San Antonio Brasil, mas ainda segue com a estratégia de captar até R$ 150 milhões por meio da venda de ativos para reforçar seu caixa.

"No bojo desse processo de aumento de capital e aceleração do plano de negócios, certamente vamos continuar revisando sempre nosso portfólio de ativos. O plano de desinvestimento que visa atingir R$ 150 milhões em caixa continua válido e nós continuamos a trabalhar nele", afirmou o presidente da Lupatech, Alexandre Monteiro, em teleconferência com analistas e investidores realizada hoje para esclarecer os termos da reestruturação de capital anunciada no dia 28.

A empresa está vendendo ativos para ajudar no pagamento de dívidas e para cobrir custos operacionais diante da queda de pedidos de seu principal cliente, a Petróleo Brasileiro SA, disse o analista Artur Delorme, da corretora Ativa SA no Rio de Janeiro. A companhia provavelmente terá que vender ações até que a receita aumente, disse ele.

Até agora, a fabricante de equipamentos para o setor de petróleo e gás arrecadou R$ 14 milhões com a venda da Steelinject para a Forjas Taurus e R$ 30 milhões com a venda da Microinox para a Hidro Jet Equipamentos Hidráulicos. Ambos os ativos são do segmento de metalurgia, fora do core business da empresa.

A venda da metalúrgica Steelinject, realizada em outubro, foi transferida para a Forjas Taurus SA no dia 1º de janeiro por seria vendida a  por R$ 14 milhões. Em 2010 a Steelinject, que fabrica peças para os setores automotivo, bélico e odontológico, representou 2,1% da receita líquida da Lupatech.

O presidente da Lupatech afirmou ainda que a empresa vem implementando uma política de redução de custos e despesas, que inclui a redução e a qualificação do corpo diretivo e gerencial.Em situação financeira complicada, a Lupatech encerrou o terceiro trimestre com dívidas de R$ 1,2 bilhão, frente a um caixa de apenas R$ 30 milhões.O temor de um calote fez com que as ações da empresa recuassem 77% em 2011, uma das maiores quedas da bolsa.

Tópicos:
  



Comentários