Peugeot e Bosch investem em novo motor

A parceria entre PSA Peugeot Citroën e Robert Bosch resultou no lançamento do motor EC5, que dispensa o uso do "tanquinho" para dar partida em carros movidos a etanol. A intenção da Peugeot é aumentar a produção da fábrica de motores, localizada em Porto Real (RJ), dos atuais 280 mil unidades ao ano para 400 mil até 2015.

O novo  motor utiliza a tecnologia Flex Start, da Bosch. O dispositivo é acionado quando a porta do motorista é aberta, dispensando o tempo de espera para aquecer o motor à etanol. Hoje, 90% dos carros produzidos no Brasil são flex. O lançamento do motor EC5 faz parte dos investimentos de R$ 3,7 bilhões do Grupo PSA Peugeot Citroën no Brasil, no período 2010 a 2015.

O EC5 foi desenvolvido em conjunto com pelos centros de pesquisa e desenvolvimento do Grupo PSA na América Latina, França e China e visa atender às características do mercado brasileiro. Trata-se de um 1.6 16V que rende 115 cv de potência com gasolina e 122 cv com etanol, sempre a 6.000 rpm. O torque máximo, respectivamente, é de 15,5 kgfm  e 16,4 kgfm a 4.000 rpm.

Entretanto, por ser equipado com comando de válvulas variável (VVT) para a admissão, 80% do torque já estão disponíveis a partir de 1.500 rpm. Outra novidade é o sistema de partida a frio Flex Start, da Bosch, já usado na série especial E-Flex, do Polo e que dispensa o tanquinho de gasolina. Com ele, o etanol é aquecido para facilitar a partida.

O processo de aquecimento começa quando motorista abre a porta. Caso a chave de ignição seja inserida no contato antes do completo aquecimento do etanol, uma luz no painel ficará acesa, indicando que o sistema está em aquecimento. A partida só é permitida após a luz indicadora se apagar. Nos demais mercados latino americanos será movido somente a gasolina e terá 115 cv.

O motor também tem outros itens de destaque, como a bomba de óleo variável, inédita em um motor nacional e que ajusta o fluxo de óleo enviado de acordo com a rotação do motor e a carga. O resultado é uma economia de até 1%. Também estão presentes anéis, pistões e cilindros de baixo atrito, bielas forjadas e fraturadas, Coletor de aspiração e tampa do motor em plástico e tuchos hidráulicos.




Comentários