ArcelorMittal suspende plano de expandir duas unidades no Brasil

A ArcelorMittal, maior siderúrgica do mundo, suspendeu os planos para expandir duas unidades no Brasil, em meio aos crescentes receios com a situação da economia global e um crescimento menor do que o esperado na demanda brasileira.

A siderúrgica suspendeu o plano de expandir a unidade de João Monlevade, em Minas Gerais, e também o projeto de ampliar a produção na unidade de Vega do Sul, em Santa Catarina.

A companhia reduziu a previsão de gastos de capital (capex) de US$ 5,5 bilhões para US$ 5 bilhões este ano, segundo o diretor financeiro Aditya Mittal comentou hoje. De acordo com ele, essa redução já contabiliza a suspensão da expansão da unidade em Monlevade. "Nós estamos observando muita incerteza na economia global e um ambiente mais fraco no Brasil também. Nós suspendemos esse projeto. O aumento na demanda não está tão rápido quanto esperávamos", comentou.

A ArcelorMittal planejava expandir a produção de fio-máquina em Monlevade, elevando a capacidade de produtos finalizados da unidade em 1,15 milhão de toneladas por ano. Na unidade de Vega do Sul o plano era ampliar a produção de aço galvanizado por imersão a quente em 600 mil toneladas por ano e a produção de aço laminado a frio em 700 mil toneladas. o grupo está em período de silêncio, mas garante que o resultado será bom.

Tópicos:
  



Comentários