Área de exposições na Intermach cresce 47%

Feira de metal mecânica começa hoje (12) e apresenta 90 novidades

A Intermach, feira do setor metal mecânico, começou formalmente às 15h desta segunda-feira (12) com recorde de expositores que lotaram a o espaço de 21 mil m² da Expoville. "Nesta edição registramos um crescimento de 47% de empresas expositoras", disse o diretor da Messe Brasil, organizadora da Feira, Luis Roberto Lapeltier. Ele lembrou também destacou a presença, pela primeira vez, de chineses na feira. Um total de 70 empresas. 

Diante do crescimento da feira o prefeito de Joinville, Carlito Mers, aproveitou para anunciar o envio de um projeto para a Câmara de Vereadores para transformar o Centro de Exposições em uma Parceria Público-Privada. Ele argumenta que manter o pavilhão de exposições tem um alto custo para a prefeitura e citou o investimento de R$ 2,5 mi no ano passado para reforma da parte elétrica e climatização do pavilhão. A prefeitura seguirá exemplos de outras cidades, como Anhembi Morumbi em São Paulo. A ideia ceder espaço para a concessão de 25 anos, com planos para a construção de um Centro de Convenções.

Feira apresenta mais de 90 novidades
De acordo com os cálculos dos organizadores da Feira, haverá cerca de 90 lançamentos durante a feira entre novidades exclusivas e lançamentos do ano de grandes empresas. Entre elas estão soluções focadas na redução de consumo de energia, redução de custos, melhorias dos processos, automação industrial, metrologia, centros de usinagem de alta tecnologia, prototipagem e softwares de última geração.

A desenvolvedora de software PTC, por exemplo, apresenta a versão 10.0 do software Windchill lançado mundialmente em maio deste ano. Nesta versão foram incluídos novos módulos, entre os quais um específico para calcular as emissões de carbono, e outro voltado para análise de todos os custos relacionados ao desenvolvimento de cada produto, com base na lista de materiais e nos processos de fabricação. O objetivo é aumentar a participação do Windchill, carro-chefe da empresa nos EUA, que faz o gerenciamento PLM da elaboração de produtos.

Em sua estreia na Intermach, a italiana Megadyne apresenta ao mercado correias e polias sincronizadoras, fornecidos a todos os segmentos industriais. A principal vantagem dos acionamentos sincronizadores é a garantia de economia de energia, proporcionada pelo uso de materiais altamente resistentes, desenvolvidos para esse fim.

A EMT, fabricante de máquinas automatizadas de Caxias do Sul, apresenta as células de produção robotizadas disponíveis com máquinas de dobra, conformação, corte. O papel do robô é alimentar as máquinas da célula, intermediando a comunicação das diferentes etapas do processo, aumentando a produtividade da célula de trabalho.




Comentários