Grandes empresas ampliam atuação no norte de SC

Nova linha de galvanização de Arcelor Mittal, ampliação de empresas de fundição com o Schulz e Tupy, além de um nova fábrica de motores da General Motors. Todas estas obras estão localizadas em Joinville e região norte do estado de Santa Catarina.

A fundição Tupy está ampliando sua capacidade produtiva em 25% em 2012 e que hoje está calculada em 390 mil toneladas para 2012. Para esta expansão a indústria está reconstruindo a fundição C que começa a operar no início de 2012 e será integralmente a blocos e cabeçotes de motores. A ala B já está com uma nova linha em funcionamento e outra prevista, para a produção de peças automotivas. Os investimentos de R$234 mi atendem ao mercado interno quanto ao externo, sendo que blocos e cabeçotes da C serão destinados ao exterior. Outra área em expansão dentro da Tupy é o setor de usinagem. Segundo Dalton Massaine, responsável pela área de Suprimentos da Tupy, cerca de 45% dos equipamentos em processo de aquisição direta ou indiretamente são do setor metal mecânico. São equipamentos tanto para fundição quanto para usinagem.

No setor de distribuição, a Alltech Tools inaugura no próximo dia 13, em Joinville um novo centro de distribuição de ferramentas de corte e máquinas, entre centros de usinagem, tornos e prensas. No mesmo dia também será lançada a nova empresa do grupo, a Alltech Steel, para comercialização aço ferramenta e aço construção mecânica de fornecedores como Hitachi e SAAB.

“A localização é estratégica, pois está a 600 quilômetros de nossa matriz em Caxias do Sul (RS) e ainda é próximo a São Paulo”, explica o diretor do Grupo, Jean Cardoso. Entretanto, o principal motivo foi o mercado, pois uma parcela significativa de nossos negócios se realizam com empresas de Joinville e região.

Em São Francisco do Sul, cidade vizinha, a ArcelorMittal Vega está planejando a construção uma nova linha de aços galvanizados e laminados a frio. Com a ampliação das instalações a capacidade de produção de 550 mil toneladas e o acréscimo de laminados a frio será de 100 mil toneladas. Com a finalização desse projeto, a ArcelorMittal Vega produzirá dois milhões de toneladas de aço por ano, sendo 75% de aços galvanizados e 25% de laminados a frio, já contemplando-se neste dado a segunda linha de galvanização que iniciou a operação em abril de 2010. A ampliação foca os mercados brasileiro e do Mercosul de linha branca e da construção civil.

De acordo com o balanço do Sindicato de Indústrias Metalúrgica de Joinville o faturamento das 230 empresas pesquisadas no primeiro trimestre de 2011 ultrapassou a cifra de R$ 1 bilhão, valor 24% superior ao mesmo período do ano anterior.




Comentários