Crescimento do Estado reflete em vendas

Em sua quarta edição, a Mec Show 2011 mostrou em vendas o reflexo do Estado acima da média do país. Somente as rodadas, organizadas pelo Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-ES), foram responsáveis por R$ 29 milhões.  A feira cumpriu a meta e 15 mil pessoas circularam pelo Pavilhão de Exposições de Carapina. Ao todo, 150 expositores estiveram presentes em uma área de 12 mil metros quadrados e fecharam bons negócios.

O Grupo Benner comercializou um torno de precisão para uma empresa capixaba e pretende retornar no próximo ano. Já o Grupo Megga vendeu cinco máquinas, das quais três – um centro de usinagem, um torno e uma injetora – foram compradas por indústrias do Espírito Santo.  “Já fechei o mesmo espaço para a Mec Show 2012. A feira está bem movimentada, gostamos muito do evento e já reservamos o mesmo espaço para o ano que vem. Procuramos sempre trazer uma novidade para a feira”, disse João Luiz Poleselo, diretor comercial do Grupo Megga.

No segundo dia da feira, a Clark Machine já havia vendido três máquinas, de acordo com o gerente comercial Valmir Gomes. O gerente espera que em um período de 60 dias, mais 20 máquinas sejam vendidas, como reflexo dos contatos feitos durante a feira.

"A Mec Show foi uma feira bastante reveladora", comenta a gerente de Marketing da Norgren, Keny Conde. A publicitária veio acompanhar o representante da empresa no Estado, a Hidrauvit, por conta do crescimento expressivo das vendas de equipamentos pneumáticos no Espírito Santo. "Por conta das vendas expressivas, incluímos o setor de mineração como um novo foco da empresa", conta a gerente.

A Cimhsa, superou sua meta e vendeu 16 máquinas, com valores entre R$ 20 mil a R$ 300 mil, o que significou um crescimento de 20% em relação aos resultados obtidos pela empresa na feira de 2010. A Oxipira vendeu quatro máquinas, totalizando um montante da ordem de R$ 1,5 milhão. “Ficamos muito satisfeitos com o resultado e estaremos no próximo ano com novas máquinas e tecnologias”, disse o gerente de Relacionamentos da empresa, Claudemir Perecin.

De olho em novos negócios, a maioria dos expositores já reservou seu espaço para a feira de 2012. Algumas empresas estão pela primeira vez participando do evento, enquanto que outras participam desde 2008, ano da primeira edição da Mec Show. O organizador da Mec Show 2011, Marcos Milaneze, explicou que o evento para o próximo ano contará com novidades. “A feira se consolidou como um ambiente para negócios e troca de conhecimento”, ressaltou.




Comentários