Demanda global eleva lucro de multinacionais

A Cartepillar, fabricante americana de máquinas e equipamentos pesados, anunciou lucro líquido de US$ 1,015 bilhão no segundo trimestre, uma alta de 44% antes os US$ 707 milhões registrados em igual intervalo de 2010. Na mesma base de comparação, vendas e receitas avançaram 37%, para US$ 14,23 bilhões.

Em nota, o presidente do conselho da companhia, Doug Oberhelman, disse que a demanda por máquinas segue aquecida em todo o globo, o que garantiu vendas recordes no segundo trimestre. O executivo lembrou ainda que a fabricante de máquinas executou investimenos significativos tanto nos Estados Unidos quanto em outros países no ano passado. Para 2011, a Caterpillar prevê aportes de US$ 3 bilhões.

Os desembolsos efetuados até junho, conforme a companhia, resultaram na abertura de 27 mil novas vagas desde 2010. “Esperamos seguir contratando em 2011”, acrescentou Oberhelman.

Já a Weg, fabricante de motores, equipamentos de energia e tintas encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 154,6 milhões, o que representa um aumento de 32,6% em relação ao mesmo período do ano passado, quando reportou ganho de R$ 116,5 milhões. O número faz parte do balanço fiscal divulgado há pouco pela empresa.

O desempenho foi influenciado por um avanço de 26% na receita operacional líquida, que alcançou R$ 1,27 bilhão. O destaque continua sendo o forte crescimento do mercado externo, que apresentou um incremento de 44,9% na mesma base de comparação e hoje é destino de 38% das vendas da WEG.

O lucro operacional da empresa medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) contabilizou R$ 215,6 milhões no período, o que configura um incremento de 23,9% ante o segundo trimestre de 2010. No entanto, a margem Ebitda recuou de 17,2% para 16,9% no intervalo de um ano. Ao fim de junho, o caixa da companhia totalizava R$ 2,9 bilhões, com dívida financeira bruta de R$ 2,67 bilhões.

Leia também: Caterpillar planeja nacionalizar parte dos seus componentes 

Tópicos:
  



Comentários