Escolha do equipamento depende do material usinado

Na hora de selecionar a ferramenta de corte é preciso conhecer em primeiro lugar o material que será usinado. É ele que vai determinar qual material escolher e em qual velocidade usinar determinado material. Pode parecer básico, mas este é um dos erros mais comuns e apontados pelos engenheiros Yordan Almeida e Rodrigo Svec durante o mini-curso “Novas ferramentas para usinagem de materiais” durante a quarta edição da Mec Show, em Vitória, no Espírito Santo.

Uma das conseqüências do uso equivocado de materiais é a formação é não eliminação correta do cavaco que pode se prender no material usinado impedindo a continuidade do trabalho e a necessidade de paradas para limpar a região usinada. Caso isso aconteça, Svec, coordenador de treinamento da Dormer  faz outro alerta: não remova o cavaco com a mão. Fluidos lubrificantes têm nível elevado de toxidade e não devem entrar em contato com a pele.

Outro erro comum dos usuários é a escolha errada da máquina para a atividade que se deseja realizar pela falta de observação ao tamanho das peças que serão usinadas. Sistemas de fixação, como o próprio nome diz, devem prender a peça de forma a impedir qualquer movimento e evitar usinagem errada. "Cada vez mais cabe aos fabricantes de ferramentas estarem atentos às necessidades específicas dos clientes. Por outro lado, falta aos compradores estarem mais atentos ao material que precisam e evitar erros na hora da compra", observa Svec.

 

 

Tópicos:
  



Comentários