Divisão das fresas de acordo com sua utilidade

Saiba qual fresa utilizar em cada processo de ranhura e contornos

Essas ferramentas são usadas para executar as mais variadas operações de fresamento, como usinagem de ranhuras (ou rasgos), rebaixos, faceamento e contornos. A seguir alguns exemplos de aplicações:

As fresas de disco, por serem de diversas formas e tamanhos, além da possibilidade de poderem ser montadas como um trem de fresas, são aplicadas nas mais variadas operações de usinagem. Na figura abaixo, fresas de disco acopladas (trem de fresas), executando um tipo de perfil (contorno) em uma peça.





As fresas de topo são usadas para facear, ranhurar, executar bolsões, rebaixos, matrizes, gravações, rasgos de diferentes tipos e tamanhos e fresar contornos. Na figura abaixo tem-se a ferramenta executando um fresamento de canto a 90° em uma peça.
Para maiores detalhes sobre este tipo de ferramenta, veja o item
Fresas com Haste.




As fresas cilíndricos-frontais, aplicadas na usinagem de ranhuras e contornos, são semelhantes às fresas de topo, porém não têm haste de fixação própria. São fresas que são montadas em hastes padronizadas. Na figura abaixo temos a ferramenta executando uma operação de fresamento de canal em cheio. Para maiores detalhes de como esta ferramenta executa as operações de usinagem, consulte o item Fresas para fresamento frontal.

 

 



As fresas detalonadas podem ser inteiriças (quando a fresa já tem a forma do perfil a ser produzido) ou o perfil a fresar pode ser obtido pela justaposição de várias fresas (trem de fresas), formando assim o perfil desejado. Na figura abaixo temos uma fresa executando uma superfície semicircular convexa.





Na usinagem de rebaixos para chavetas podemos utilizar vários tipos de fresas, como as mencionadas acima, dependendo do tipo de chaveta que será usinada. As fresas com haste para ranhuras Woodruff são um exemplo de ferramenta para abrir ranhuras para chavetas. Na figura abaixo, podemos visualizar a ferramenta executando uma chaveta do tipo Woodruff.






Na usinagem de guias para máquinas temos a possibilidade de aplicação de diversos tipos de ferramentas, dependendo do tipo de guia a ser obtida. A seguir temos alguns exemplos de ferramentas que são utilizadas na fabricação de guias de máquinas:

Fresas para ranhuras T possuem haste cilíndrica, construídas especialmente para abrir ranhuras em T, como as usadas em mesas de máquinas-ferramenta. Este tipo de ranhura tem de ser executada em duas etapas distintas de usinagem. Na figura abaixo, temos o conjunto de operações realizadas para obter o perfil da ranhura. Em (a), uma fresa de topo executa a abertura do canal, possibilitando assim que a fresa para ranhura T (b) execute o perfil em forma de T.





Fresas frontais angulares são aplicadas para abertura de guias de máquinas em forma de cauda de andorinha, com ângulos de 45, 50, 55 e 60°.






Fresas prismáticas são usadas na abertura de guias prismáticas para máquinas. Na figura abaixo, temos a ferramenta executando a usinagem de uma guia prismática (em forma de "V") em uma peça.



 
Tópicos:



Comentários