Brasil Ecodiesel amarga perdas no 1º trimestre

Fonte: Energéticas - 17/05/07

A Brasil Ecodiesel encerrou o primeiro trimestre com prejuízo de R$ 526 mil. Em todo o ano de 2006, a empresa teve prejuízo de R$ 38,092 milhões. A empresa não forneceu dados do primeiro trimestre de 2006. Ricardo Vianna, diretor da empresa, associou o resultado a investimentos em novas fábricas, à redução das margens por conta da alta no óleo de soja (principal matéria-prima) e aos atrasos na entrega à Petrobras.

De 36 mil metros cúbicos previstos para entrega no período, 9 mil serão distribuídos ao longo do ano.

– Houve um estrangulamento na capacidade de retirada do combustível pela Petrobras, mas agora a entrega deve ser normalizada.

Ainda assim, a empresa elevou o volume de entregas em 103%, comparado ao trimestre anterior. A receita líquida atingiu R$ 48,3 milhões, 102,2% acima do obtido no intervalo anterior. A expectativa para o segundo trimestre é entregar 100 mil metros cúbicos.

Para o ano, a empresa prevê entregar 466 mil metros cúbicos e ampliar a sua capacidade dos atuais 285 mil metros cúbicos para 800 mil, com a inauguração de usinas em Rosário do Sul (RS), Itaqui (MA) e Porto Nacional (TO).

A Brasil Ecodiesel também planeja instalar uma usina em Dourados (MS) no segundo trimestre e concluir aporte em unidade de tancagem no porto de Pecém (PE). Os investimentos para 2007 serão de R$ 180 milhões. A empresa também espera iniciar vendas à Europa este ano. Até 2010, a meta é exportar até 20% da produção.




Comentários