Nasa usa skates para testar novo módulo de pouso

Engenheiros da Nasa terminaram a montagem de um novo módulo de pouso, dotado de foguetes com capacidade de aceleração.

O módulo robotizado deverá dar maior segurança e mobilidade durante os pousos na Lua ou em asteroides, permitindo descer em locais considerados perigosos demais para os foguetes de queima única.

O protótipo, que por enquanto contém apenas a estrutura de voo, foi colocado sobre skates e um sistema de trilhos "como uma solução de baixo custo para controlar o movimento durante o ensaio final de sensores, computador de bordo e propulsores," afirmou a Nasa em comunicado.

Os skates sobre trilhos vão permitir que cada um dos 12 motores do módulo sejam testados de forma independente, o que não é possível observar durante um teste de voo, quando todos são controlados por computador simultaneamente, para manter o módulo voando com suavidade.

O teste de funcionamento tem como objetivo garantir que todos os componentes do sistema funcionem perfeitamente para detectar, comunicar e controlar os movimentos do módulo de pouso.

O módulo já fez os primeiros testes de voo ancorado. Os testes de "voo livre" deverão ocorrer até o final do ano, depois que a etapa atual de verificação dos sistemas for finalizada.

Onde nenhum robô jamais foi antes
Desde que os planos para novas missões tripuladas à lua foram abandonados, a Nasa tem-se focado na visita a asteroides, para coletar amostras e trazê-las de volta para estudo na Terra.

O protótipo do módulo de pouso vai ajudar a Nasa no desenvolvimento de uma nova geração de sondas espaciais pequenas, versáteis e autônomas, ou robotizadas, como a agência afirma - mais um indicador dos planos da Nasa em substituir os voos tripulados por voos robotizados.

"O projeto do módulo de pouso é baseado em tecnologia de ponta, que permite a aterragem de precisão em áreas de alto risco, mas de alta prioridade, permitindo que a Nasa atinja os objetivos científicos e de exploração em locais nunca antes explorados," afirma o comunicado.

Tópicos:
  



Comentários