Novo compressor dispensa uso de óleo lubrificante

A Embraco, empresa que atua no mercado de compressores, desenvolveu, em parceria com a empresa da Nova Zelândia Fisher&Paykel e a norte-americana Whirlpool Corporation, uma nova tecnologia de compressores que dispensa o uso de óleos lubrificantes. “A nova solução é inovadora em aspectos fundamentais à indústria como eficiência energética, tamanho e impacto ambiental”, explica o presidente da Embraco, João Carlos Brega.

A pesquisa para o desenvolvimento da tecnologia levou cinco anos para ser finalizada e os investimentos alcançaram US$ 20 milhões. A produção-piloto do produto se iniciou em 2010.
 
Os novos compressores combinam a tecnologia linear com a de capacidade variável e dispensa o uso de óleo lubrificante para seu funcionamento. O objetivo é fazer com que o novo produto possa atingir níveis de eficiência superiores aos alcançados pelas outras versões de compressores do mercado. A busca contínua pela redução do consumo de energia faz parte do direcionamento estratégico da Embraco no campo tecnológico.
 
Além da maior eficiência gerada ao produto final, os clientes e consumidores de produtos de refrigeração doméstica podem se beneficiar do design diferenciado da nova solução. Mais compacta em relação aos compressores convencionais para este tipo de aplicação e permite ser instalada em qualquer posição. “Nossos clientes podem criar novas funcionalidades a seus produtos tendo mais opções de espaço no gabinete”, explica o vice-presidente de Marketing e Negócios, Roberto H. Campos.
 
Atualmente, não há flexibilidade na instalação. Os compressores disponíveis no mercado devem permanecer na posição vertical em virtude da presença de óleo lubrificante no seu interior. “A ausência de lubrificante também traz ganhos significantes ao processo produtivo da indústria de refrigeração e ao meio ambiente, pois evita a contaminação do solo e das águas no caso de um eventual descarte incorreto do produto”, afirma Campos.




Comentários